iFixit desmonta os novos AirPods e… dá nota zero no quesito “reparabilidade”

O que acontece quando um novo produto da Apple é lançado? Isso mesmo, a iFixit corre para colocar as mãos nele a fim de desmontar tudo e nos mostrar as entranhas tecnológicas criadas nos porões de Cupertino. E foi o que aconteceu com os novos AirPods (de segunda geração).

Publicidade

Esse trabalho da iFixit se destaca justamente nesses casos como dos AirPods, quando o novo produto tem um visual praticamente idêntico ao anterior mas vem com novidades internas. Sem mais delongas, vamos às novidades!

AirPods desmontados pela iFixit

Eis um raio-X dos AirPods, no qual é possível ver ali a ponta da bobina responsável pelo carregamento sem fio. Como falamos, visualmente quase nada mudou; o estojo, porém, ficou 2,3 gramas mais pesado por conta do carregamento sem fio.

AirPods desmontados pela iFixit

Talvez, como forma de diferenciação das cases, a pecinha de metal da case com recarga sem fio tem um visual mais escovado; além disso, o botão de emparelhamento foi deslocado mais para cima (provavelmente por conta da nova organização interna dos componentes do estojo).

AirPods desmontados pela iFixit

É incrível — e isso não se resume à Apple, mas a qualquer fabricante que cria fones de ouvido sem fio desse tamanho — como os engenheiros conseguem colocar tantos componentes dentro de algo tão pequeno. Apenas como referência, os AirPods são identificados pelos modelos A2031 (AirPod esquerdo) e A2032 (direito).

AirPods desmontados pela iFixit

Dentro da case, podemos ver o modelo do produto em si (A1938) e a indicação da capacidade da bateria do estojo, de 398mAh.

Ao abrir um dos AirPods, vemos cabos flexíveis, antenas, microfones o chip H1 e tudo mais cuidadosamente encaixado como quebra-cabeça e fixado com cola.

Por mais que o estojo conte com capacidades de recarga sem fio (o que aumenta o número de componentes internos), a bateria utilizada pela Apple é exatamente a mesma encontrada no estojo de primeira geração — modelo A1596; 3,81V, 398mAh e 1,52Wh (maior que a encontrada nos Samsung Galaxy Buds, de 1,03Wh, e do que a utilizada no Apple Watch Series 4 de 42mm, de 1,113Wh).

Eles notaram que a placa lógica, porém, está um pouco mais “melecada”, como se fosse um revestimento — provavelmente para ajudar na resistência à água; o porta de carregamento continua modular; o botão de sincronização agora tem dois pontos de solda adicionais para as extremidades da bobina de carregamento sem fio; por falar nela, aí está a nova bobina junto a uma tapete térmico para manter a temperatura sob controle.

AirPods desmontados pela iFixit

De uma forma geral, a iFixit comentou que a case está um pouco modificada e se tornou mais durável (principalmente a mergulhos inesperados), o que é diferente de reparável (algo basicamente impossível nesse produto). O produto continua sendo descartável e, por isso, ganhou uma nota 0 no quesito “reparabilidade” — comparativamente, os Galaxy Buds conseguiram uma incrível nova 6/10.

Aos interessados, eis um vídeo de todo o teardown:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…