Macs, iPads e Apple Watches com AppleCare+ passam a ser aceitos nas assistências autorizadas brasileiras

Na semana passada, nós comunicamos que donos de iPhones com AppleCare+ já podem levar seus respectivos aparelhos para serem reparados em Centros de Serviço Autorizados Apple no Brasil — atendimento esse que, até então, era limitado às duas lojas oficiais da Maçã. A boa notícia é que essa expansão de atendimento não se resumiu ao iPhone.

O MacMagazine recebeu informações de que, a partir de agora, as assistências técnicas autorizadas também passaram a aceitar o reparo/a troca de Macs, iPads e Apple Watches protegidos pelo plano AppleCare+ — informação novamente confirmada a nós pelo suporte oficial da Apple Brasil.

Como já explicamos, a grande diferença do AppleCare+ (nova garantia estendida oferecida pela empresa) para o AppleCare Protection Plan (antiga, a qual ainda é comercializada no Brasil para Macs, iPads, Apple TVs e iPods) é que o novo serviço cobre até dois danos acidentais durante o período de dois anos (no caso de Macs, três) mediante as seguintes taxas:

  • Macs: US$100 (dano na tela) e US$300 (dano na estrutura);
  • iPads: US$50 (dano na tela ou na estrutura);
  • Apple Watches: US$70 (dano na tela ou na estrutura).

No Brasil, como já comentamos, essa cobrança não acontece por conta de uma questão burocrática — e esse cenário se repete nos casos envolvendo Macs, iPads e Apple Watches. Ou seja, se você, por descuido, molhar o teclado do seu Mac ou quebrar a tela do seu Apple Watch/iPad, poderá ser atendido agora em um Centro de Serviço Autorizado Apple — e sem pagar nenhuma taxa por isso.

Vale ressaltar, contudo, que dispositivos modificados ou com peças não-originais não são cobertos — ao menos não pelos Centros de Serviço Autorizados Apple; nesse caso, o jeito é tentar resolver o problema na Apple Morumbi (em São Paulo) ou na Apple VillageMall (no Rio de Janeiro).

Nos Estados Unidos, os preços do AppleCare+ variam de US$70 (iPads) a US$380 (MacBook Pro de 15″). Nós já publicamos um tutorial de como comprá-lo daqui do Brasil, mas recebemos relatos recentes de leitores dizendo que a dica não está mais funcionando e que o único jeito, agora, é comprar pessoalmente lá mesmo.

Ótima notícia para quem aproveitou uma viagem ao exterior e comprou um novo dispositivo com garantia estendida!

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários