Powerbeats Pro: novos fones totalmente sem fio da Beats são lançados [atualizado]

Ele já havia aparecido nas entranhas do iOS 12.2; agora, é oficial: a Beats acaba de lançar os Powerbeats Pro, novos fones de ouvido totalmente sem fio.

Powerbeats Pro

Como especulado, o novo produto é bastante similar aos AirPods em diversos aspectos: eles compartilham o mesmo chip H1, contam com suporte ao recurso “E aí, Siri” e são totalmente sem fios (agora, não há mais um fio juntando o fone esquerdo ao direito). Uma grande mudança, porém, fica por conta do estojo capaz de recarregar os fones, o qual conta com uma porta Lightning para ser recarregado.

Os Powerbeats Pro contam com botões físicos para controle de reprodução e volume; por outro lado, não há botão para ligá-lo/desligá-lo (basta tirá-los da case para que ele já esteja pronto para uso e colocá-lo de volta para que entre em modo sleep). A configuração, como já esperada, é exatamente igual à dos AirPods: basta abrir o estojo ao lado de um iPhone e seguir as instruções na tela do smartphone. Ainda assim, caso você utilize um Android, é perfeitamente possível ter um Powerbeats Pro, emparelhando os fones pelo método tradicional.

Sem dúvida nenhuma, até mesmo pelo design dos fones, o Powerbeats Pro é a escolha ideal (entre as opções oferecidas pela Apple) para a prática de exercícios físicos tanto pelo material emborrachado (que é resistente a suor e água) quanto pelo fato de ele contar com uma presilha que se fixa na orelha de uma forma muito mais segura do que os AirPods (que foi reprojetada e agora é ajustável). Segundo a empresa, os novos fones também contam com “som potente, balanceado com faixa dinâmica e isolamento de ruído para uma experiência de audição premium“.

Powerbeats Pro

Para obter o melhor ajuste possível na maior variedade de ouvidos, mais de 20 configurações foram modeladas eletronicamente e testadas fisicamente. O resultado, segundo a empresa, é um invólucro acústico ergonomicamente inclinado completamente novo que se encaixa confortavelmente no ouvido. Além disso, ele vem com quatro tamanhos de pontas auriculares, sendo 23% menor que o seu antecessor e 17% mais leve.

A bateria promete: até 9 horas de uso e mais de 24 horas de reprodução combinada com o estojo — sendo que, com apenas 5 minutos de recarga, você tem 1,5h; já com 15 minutos, até 4,5h!

Mas quem optar pelo Powerbeats Pro terá que desembolsar: os fones custarão US$250 (US$90 a mais que os AirPods com o estojo de recarga normal, sem suporte ao padrão Qi) nas cores preta, marfim, azul marinho e verde musgo, e chegarão ao mercado em maio nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Espanha, Grécia, Holanda, Hong Kong, Irlanda, Itália, Japão, Lichtenstein, Luxemburgo, Macau, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Porto Rico, Reino Unido, Singapura, Suécia e Suíça.

Visualizar esta foto no Instagram.

Na semana passada, nós comentamos no site que o #iOS 12.2 trouxe imagens do #PowerbeatsPro, novos fones totalmente sem fio da @beatsbydre. O produto ainda não foi lançado, mas a @apple já tratou de colocar uma baita empena para divulgá-lo em #LosAngeles. O anúncio mostra uma imagem dos fones de ouvido com o texto “totally wireless” (“totalmente sem fio”) logo abaixo do nome; há ainda um outdoor lá no canto esquerdo, também divulgando o produto. Como falamos, o #PowerbeatsPro ainda não foi lançado — quem sabe isso ocorra ainda hoje, justamente por conta desses anúncios —, mas é bem capaz que ele siga as especificações dos novos #AirPods e traga o chip #H1 (e todas as melhorias de conectividade dele), bem como suporte ao comando “E aí, Siri”. [via @9to5mac]

Uma publicação compartilhada por MacMagazine.com.br (@macmagazine) em

Ainda assim, como mostramos mais cedo em nosso Instagram, a Apple já começou a divulgar o produto por aí.

via 9to5Mac

Atualização, por Rafael Fischmann 03/04/2019 às 14:57

Os Powerbeats Pro já estão no site brasileiro da Apple e custarão, quando chegarem aqui, R$2.150 (R$800 a mais que os AirPods com o estojo de recarga sem suporte ao padrão Qi). Obviamente, eles ainda precisarão passar por homologação da Anatel.

Posts relacionados

Comentários