Agora sim: Apple Music ultrapassa Spotify em usuários pagantes nos EUA

Taí uma novela que ninguém sabe exatamente como vai acabar: em julho passado, falamos aqui sobre como o Apple Music teria supostamente ultrapassado o Spotify em número de usuários pagantes nos EUA. Alguns dias depois, retificamos a informação com o testemunho de outra fonte, a qual afirmou que a história não era bem essa — na verdade, o Spotify ainda vencia a Maçã por uma margem muito pequena. Bom, agora parece que a ultrapassagem é real.

De acordo com fontes próximas do assunto que falaram com o Wall Street Journal1, o Apple Music superou seu principal concorrente em território americano em algum momento no início de 2019. Em fevereiro, segundo essas fontes, o serviço da Maçã tinha 28 milhões de assinantes, enquanto a plataforma sueca registrava cerca de 26 milhões de usuários pagantes no país.

A expectativa é que a plataforma da Apple se descole ainda mais do Spotify nos EUA: por lá, sua taxa de crescimento mensal está girando entre 2,6% e 3%, enquanto o rival cresce entre 1,5% e 2% ao mês. Esses números se referem somente a usuários pagantes, e não levam em conta quem está, por exemplo, no período de testes de três meses do Apple Music nem os usuários que usam o Spotify gratuitamente.

No resto do mundo, o Spotify ainda tem uma boa dianteira em relação ao Apple Music, mas o serviço da Maçã também cresce numa taxa superior: entre 2,4% e 2,8% de novos assinantes por mês, contra algo entre 2% e 2,3% do serviço escandinavo. Outros mercados, como o japonês, já viram a plataforma da Apple superar sua principal concorrente em número de assinantes.

As informações certamente devem esquentar ainda mais a disputa entre Apple e Spotify que tem ocorrido ao redor do planeta, onde as empresas têm trocado acusações mútuas de concorrência desleal, práticas monopolistas e abuso de poder. Certamente, ouviremos mais sobre essa história muito em breve…

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários

Deixe uma resposta