“Confirmado”: iTunes será mesmo desmembrado em vários apps no macOS 10.15

Há alguns dias, nós comunicamos algo muito esperado por alguns usuários do macOS: a possibilidade de o iTunes ser dividido em vários apps na próxima versão do sistema operacional desktop da Apple, o macOS 10.15. Hoje, temos mais informações sobre esse assunto.

O desenvolvedor brasileiro Guilherme Rambo, do 9to5Mac, resolveu investigar mais a fundo a história — que até então não passava de uma crença (com bastante embasamento, é verdade) do desenvolvedor Steve Troughton-Smith — e basicamente confirmou (com fontes familiarizadas com o desenvolvimento da próxima versão do macOS) que isso de fato acontecerá.

No provável macOS 10.15, teremos aplicativos autônomos focados em música, podcasts e programas de TV e um novo/redesenhado app Livros (Books).

Ainda segundo ele, o novo aplicativo Livros terá uma barra lateral semelhante à do aplicativo Notícias (News) no Mac e também terá uma barra de título mais estreita, com abas diferentes para “Biblioteca”, “Loja de livros” e “Loja de áudiolivros”. Na aba da “Biblioteca”, a barra lateral listará todo os livros, audiolivros, PDFs e outras coleções do usuário, incluindo os personalizados.

Os apps, como esperado, serão criados com o “Marzipan” (a nova tecnologia da Apple que facilita justamente a migração de aplicativos iOS para o macOS sem precisar mexer muito no código deles). Rambo disse que não tem certeza se o novo app Livros também será criado usando essa tecnologia — mas como o app para iOS foi redesenhado recentemente, é bem possível que sim.

E aquela nossa dúvida sobre qual app seria responsável pela sincronização de mídias e conteúdos com iPhones, iPads e iPods touch? A solução encontrada pela Apple foi a mais rudimentar possível, segundo Rambo: a empresa manterá o iTunes no macOS 10.15 apenas para que pessoas possam continuar sincronizando seus gadgets e fazendo backups no macOS.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários