Patentes da Apple descrevem Face ID em Macs e Touch Bar em Magic Keyboards

Patentes não necessariamente descrevem tecnologias que nós veremos amanhã em produtos prontos e disponíveis nas prateleiras, mas podem nos dar pistas dos planos que a Apple (ou qualquer empresa) está planejando nos seus porões misteriosos. Recentemente, dois registros de tecnologias da Maçã surgiram no Escritório de Patentes da Europa e indicam duas possibilidades para o futuro: uma nova tecnologia do Face ID para Macs e a transposição da Touch Bar para periféricos, como o Magic Keyboard.

Em relação ao Face ID, é bom notar que esta não é a primeira vez que vemos patentes relacionadas ao recurso no Mac — de fato, na primeira vez que a tecnologia surgiu em forma de patente, antes da sua estreia no iPhone X, ela era ligada aos computadores, e não aos smartphones da Maçã. Ainda assim, esses novos registros trazem novidades.

Nas novas patentes registradas pela Apple, o “novo” Face ID abandonaria o escaneamento 3D facial, substituindo-o por uma leitura de retina de funcionamento permanente — isto é, estamos falando de um módulo que funcionaria a todo momento, detectando rostos quando eles surgissem em frente à câmera e escaneando suas retinas para autenticar a entrada do usuário.

Tal tecnologia é, aparentemente, ainda mais segura que o Face ID atual — já vimos casos, afinal, de iPhones e iPads mais recentes confundindo gêmeos ou sendo enganados por máscaras 3D hiperrealistas. Não há nenhum indicativo de que a Apple vá seguir por esse caminho, entretanto: a empresa pode estar simplesmente registrando tecnologias para se proteger e evitar cópias da concorrência.

Patente descrevendo Face ID no Mac e Touch Bar no Magic Keyboard
Imagem: Patently Apple

A ilustração das patentes exibe também um teclado separado (um Magic Keyboard, ou seja lá qual for o nome do seu sucessor) com Touch Bar própria, o que representa uma novidade bastante esperada por quem gosta da barrinha colorida do MacBook Pro mas precisa de teclados ligeiramente mais confiáveis.

Faz sentido, aliás, que as duas tecnologias (Face ID e Touch Bar) estejam juntas: atualmente, a Touch Bar é responsável por abrigar o Touch ID dos MacBooks Pro e, portanto, carrega em si a Secure Enclave que torna o processo de autenticação seguro. Mudando a identificação para mais perto da tela, como no Face ID, livraria a barrinha dessa responsabilidade e tornaria perfeitamente possível a sua integração com teclados externos.

Será que veremos algo assim num futuro próximo?

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários