Vendas globais de iPads crescem, mas mercado de tablets continua em retração

O mercado de tablets é uma criatura com particularidades deveras notáveis. Ao contrário dos de smartphones, PCs ou mesmo relógios inteligentes, temos aqui uma situação consolidada com poucas empresas (como a Apple) encontrando sucesso nas esferas mais caras, enquanto todas as outras disputam consumidores nas faixas de preço inferiores. Os números mais recentes da Strategy Analytics ilustram este cenário.

A firma fez um levantamento com as vendas globais de tablets no primeiro trimestre de 2019 e chegou à conclusão de que o segmento continua numa trajetória de retração. Foram, no total, 36,7 milhões de unidades despachadas no período, o que representa uma queda de 5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Nessa conjuntura, entretanto, a Apple se beneficiou: a venda de iPads cresceu 9% na comparação ano a ano, pulando de 9,1 milhões para 9,9 milhões de unidades despachadas. Com isso, a Maçã abocanhou mais de 1/4 (27,1%, para ser mais exato) do segmento e manteve-se como sua líder isolada.

A Samsung garantiu o segundo lugar do mercado, mas os 4,8 milhões de tablets da sul-coreana vendidos no primeiro trimestre representaram uma queda de 9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Huawei e Amazon, ambas com crescimentos saudáveis, vieram a seguir, enquanto a Lenovo amargou a quinta colocação com uma despencada de 21% nas vendas.

Confira as tabelas:

Strategy Analytics sobre mercado de tablets, primeiro trimestre de 2019

O diretor da Strategy Analytics, Eric Smith, elogiou a estratégia da Apple de atualizar o iPad Pro e o MacBook Air ao mesmo tempo:

O iPad Pro ganhou um grande impulso no último trimestre, elevando o tíquete médio [de tablets da Apple] de US$451, no primeiro trimestre de 2018, para US$490 no mesmo período deste ano. Atualizar o iPad Pro e o MacBook Air ao mesmo tempo é parte da estratégia da Apple de focar em diferentes bases de usuários com soluções de tecnologia diferentes. O mercado educacional ainda representa uma boa oportunidade para a Apple, já que as escolas muitas vezes têm PCs e tablets disponíveis para situações distintas.

Será que a tendência continuará nos próximos trimestres?


iPads Pro de 11" e 12,9"

iPads Pro de 11″ e 12,9″

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 6.119,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 566,58
Cores: cinza espacial ou prateado
Capacidades: 64 GB, 256 GB, 512 GB ou 1 TB
Lançamento: outubro de 2018

Botão - Comprar agora

via Apple World Today

Posts relacionados

Comentários