Apple já teria iniciado a produção do chip A13, que equipará os novos iPhones

Os atuais iPhones (XS, XS Max e XR) são equipados com o chip A12 Bionic; já os iPads Pro vêm com o A12X Bionic. Quais chips equiparão os iPhones e iPads Pro de 2019? Isso mesmo que você está pensando: A13 [algum codinome impactante aqui] e A13X [com o mesmo codinome impactante].

Como os iPhones tradicionalmente são apresentados em setembro e os iPads Pro em outubro, a Apple — na verdade, a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC), parceira exclusiva da Maçã na empreitada — já iniciou a produção desse importante componente. Na verdade, segundo informou a Bloomberg, tudo começou no mês passado (abril), sendo que agora, em maio, a produção entrará no ritmo necessário para que tudo fique dentro do cronograma estabelecido.

O chip A13 muito provavelmente será construído sob o mesmo processo de 7 nanômetros do atual A12 Bionic. A previsão é que, em 2020, passemos para 5nm.

Tanto a Apple quanto a TSMC, é claro, não quiseram comentar o assunto.

Novidades dos iPhones

Além dessa informação sobre os futuros chips da Maçã, a Bloomberg também deu alguns pitacos sobre as novidades que veremos nos novos iPhones (que são identificados pelos códigos internos D43, D44 e N104 — respectivamente os sucessores do XS, do XS Max e do XR). Segundo o veículo, todos os três serão equipados com o A13; os modelos topos-de-linha, contudo, receberão uma terceira câmera enquanto o XR ganhará uma segunda — em linha com rumores recentes.

A terceira câmera nos modelos high-end seria uma ultra grande angular, a fim de fazer fotos maiores e mais detalhadas. Ela também permitirá um zoom maior que o atual; paralelamente, a Apple também estaria trabalhando em um recurso de correção automática, que encaixaria pessoas acidentalmente cortadas em uma foto. Já a segunda câmera do sucessor do XR ofereceria um zoom como o que temos hoje nos modelos XS e XS Max.

Os iPhones “XI” e “XI Max”, ainda segundo a Bloomberg, terão meio milímetro de espessura a mais que os atuais; o conjunto de câmeras traseiras, como especulado, ficaria em um quadrado no canto superior esquerdo — o que já está causando arrepios em muita gente.

Por fim, como também já foi informado, os iPhones de 2019 viriam com a possibilidade de compartilhar energia, podendo recarregar AirPods e outros dispositivos — bastando que tais aparelhos estejam em contato com a parte traseira do smartphone, como acontece hoje em aparelhos como o Galaxy S10.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

1 comment

  1. Há algo que os chips atuais “patinem” pra fazer?

    Não vejo muito fundamento nessa quase obsessão em novos chips todo ano. Aí dão um jeito de fazer um chip mais eficiente em consumo de energia… e diminuem a bateria para “manter a mesma autonomia”. Se ainda aumentassem a autonomia, ok! Mas…

Deixe uma resposta