Powerbeats Pro chegarão ao Brasil em junho [atualizado 2x: adiado para julho]

Os Powerbeats Pro chegaram chegando: os primeiros fones totalmente sem fio da subsidiária da Apple estrearam com um comercial lotado de celebridades do esporte e já angariaram uma boa relação de críticas positivas na imprensa especializada gringa. Agora, eles estão de malas prontas para o Brasil.

Segundo a página dos fones na Apple Brasil, os Powerbeats Pro chegarão ao nosso território nacional já em junho próximo, mais conhecido como mês que vem. Ainda não há uma especificidade maior da data de lançamento dos fones por aqui, mas ao menos já sabemos o (nada amigável, claro) preço deles: R$2.150 em até 12x, ou R$1.934,10 à vista.

Após o lançamento nos Estados Unidos e no Canadá, na última sexta-feira, os Powerbeats Pro chegarão ainda em maio à Alemanha, à França e ao Reino Unido. O Brasil faz parte da terceira leva que receberá os fones, junto a Austrália, Áustria, Bélgica, China, Coreia do Sul, Espanha, Hong Kong, Itália, Irlanda, Japão, México, Países Baixos, Rússia, Singapura, Suécia e Suíça.

É bom notar que, por enquanto, apenas a versão preta dos fones está disponível para venda; as outras cores (marfim, verde-musgo e azul-marinho) deverão ser lançadas no verão do hemisfério norte, mas o site da Apple Brasil afirma que elas só desembarcarão por aqui no fim do ano.

E aí, quem vai?

via MacRumors

Atualização, por Rafael Fischmann 12/06/2019 às 09:23

Aparentemente, a Apple está enfrentando problemas na produção do Powerbeats Pro ou a sua demanda está acima do previsto. A companhia teve que adiar o lançamento dele em vários países, incluindo o Brasil, que agora só o receberá em julho.

Inicialmente, como já havia sido dito antes, apenas a cor preta estará disponível.

via MacRumors

Atualização II, por Rafael Fischmann 12/07/2019 às 09:19

Já estamos em meados de julho, mas ainda nada dos Powerbeats Pro por aqui. Eles estão, a partir de agora, disponíveis para compra em mais de 20 novos países — incluindo, pelo menos, Portugal.

A expansão de hoje inclui também Áustria, Bélgica, China, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Filipinas, Finlândia, Holanda, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, República Checa, Rússia, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia e Turquia.

Pela lentidão nessa expansão internacional, a Apple deve estar com uma certa dificuldade de produzir os fones. Lembrando que, por ora, só a cor preta está disponível em todos os lugares.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários

2 comments

  1. Nossa, 2k num fone intra-auricular…….
    Sei lá, nem eu que costumo pagar caro por coisas supérfluas tô achando normal esse disparate financeiro da Apple.

Deixe uma resposta