Homem é preso após faturar US$1 milhão da Apple com golpe de caixas vazias

Entre a história da dupla de estudantes chineses e essa que contaremos agora, podemos dizer que o negócio de golpes quase milionários aplicados na Maçã está florescendo.

Quem contou o caso foi o MLive: um homem do estado americano de Michigan foi detido após confessar ter aplicado um golpe na Apple que custou quase US$1 milhão aos cofres da empresa. Qual era o método de ação dele? Simples: dizer à Maçã que pedidos realizados pela internet chegaram com caixas vazias e solicitar o reembolso.

O criminoso, chamado Van-Seyla Mork, registrava reclamações em nome de clientes da Apple que tinham comprado produtos da loja online da empresa recentemente — os compradores em questão não tinham ciência das ações do golpista. Mork fez uma série de reclamações do tipo no departamento de atendimento ao cliente da Apple e, em muitos casos, a empresa simplesmente devolveu o dinheiro da compra sem investigar a questão mais profundamente.

Ao receber o dinheiro irregular, Mork transferia a quantia para várias contas bancárias ao redor do país, numa tentativa de mascarar o golpe. Ele foi detido no início da semana pelo Departamento de Justiça dos EUA e admitiu o crime numa corte de San Jose (Califórnia), afirmando que sabia que os produtos tinham sido entregues corretamente.

Como o criminoso confessou o esquema, algumas das acusações contra ele foram retiradas; no momento, Mork é acusado de fraude e lavagem de dinheiro. Sua sentença sairá em outubro próximo e ele poderá pegar até 20 anos de prisão, além de receber uma multa de até US$750.000.

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários

6 comments

  1. Roubou 1 milhão, pagou 750.000,00 em multas.
    Lucrou 250.000,00 alguém errou na hora de calcular a multa kkk

Deixe uma resposta