Novo iPod touch continua sendo um aparelho difícil de se consertar

É o ritual: um produto novo da Apple é lançado e, ato contínuo, o pessoal da iFixit põe suas mãos ávidas no dispositivo para dissecar suas entranhas. Isso acontece até quando o produto em questão não é tão novo assim — como é o caso do iPod touch de sétima geração.

O mais recente reprodutor de mídia da Maçã foi desmontado pela firma para a constatação do óbvio: existem, aqui, pouquíssimas mudanças em relação ao iPod touch de sexta geração.

iPod touch de sétima geração desmontado pela iFixit

Basicamente, temos uma atualização de processador (com a chegada do chip A10 Fusion, já com três anos de idade) e… nada mais.

Isso quer dizer que o iPod touch continua com os mesmos problemas de reparabilidade de sempre: a abertura do dispositivo é um processo feio, que requer a utilização de fontes de calor (para suavizar o adesivo que une a tela ao corpo do iPod) e uma ferramenta de sucção.

iPod touch de sétima geração desmontado pela iFixit

A bateria — que permanece a mesma da geração anterior, com 3,99Wh — tem duas abas para soltura, mas uma delas, inexplicavelmente, fica presa debaixo da placa lógica (que, por sua vez, é soldada na bateria). Vai entender.

iPod touch de sétima geração desmontado pela iFixit

Basicamente todos os componentes do iPod touch são soldados ou colados, o que torna o dispositivo quase tão descartável quanto os AirPods. Até mesmo a saída para fones de ouvido (que, felizmente, sobreviveu) é soldada na placa lógica, o que torna reparos ou substituições basicamente impossíveis. Mas, ei, ao menos ela está aqui, não é?

iPod touch de sétima geração desmontado pela iFixit

No fim das contas, a iFixit deu ao novo iPod touch nota 4 (em 10 pontos possíveis) no seu índice de “reparabilidade”, notando que todas as decisões de projeto aqui parecem ser direcionadas ao lucro, e não à possibilidade de reparos.

A firma elogiou a decisão da Apple de manter o design e o projeto do dispositivo basicamente inalterados, o que pode favorecer o reaproveitamento de peças, mas criticou os montes de solda e cola nele aplicados.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários