Alguns recursos do ARKit 3 serão restritos a dispositivos com chip A12 Bionic

Já há alguns eventos especiais da Apple, os recursos de AR1 são bem destacados. Na apresentação do iOS 13 isso não foi diferente, com a Maçã inclusive anunciando a sua próxima geração de ferramentas de realidade aumentada, o ARKit 3.

Algumas novidades do ARKit 3 incluem Captura de Movimento (que possibilita registrar os movimentos do corpo para reproduzi-los a partir de outra figura na tela) e Acompanhamento Múltiplo de Rosto (que pode rastrear até três rostos simultaneamente a partir da câmera TrueDepth dos iPhones X, XS, XS Max, XR e dos iPads Pro de terceira geração).

A Apple, porém, restringiu ainda mais as novidades do ARKit 3 que utilizam a câmera TrueDepth, disponibilizando-as apenas para os dispositivos equipados com os processadores A12 Bionic e A12X Bionic (deixando o iPhone X fora da jogada) — além de futuros gadgets, naturalmente.

Complementando os recursos supracitados, outra novidade do ARKit 3 que será limitada apenas à nova geração de iPhones e de iPads Pro é o Oclusão de Pessoas, e o uso simultâneo das câmeras frontal e traseira.

Enquanto o primeiro recurso permite posicionar tanto objetos quantos pessoas no mesmo espaço, de forma que eles pareçam coexistir e interagir, o segundo possibilita que os dispositivos rastreiem o rosto do usuário e o ambiente em volta simultaneamente; ou seja, eles poderão interagir com o conteúdo AR capturado pela câmera traseira usando apenas o rosto.

Outros dispositivos equipados com o chip A12 Bionic, como o iPad Air de 10,5 polegadas e o iPad mini 5, lançados em março passado, também não aproveitarão as novidades (apesar de serem equipados como o chip A12), devido à ausência do sistema TrueDepth.

Será que outros recursos do próspero iOS 13 serão restritos apenas a alguns modelos de hardware? Veremos…

via CNET

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários