Cellebrite está de volta e diz que pode invadir qualquer device iOS ou Android

Ora, ora, vejam só: a firma israelense Cellebrite está de volta com um novo produto chamado UFED Premium, que ela diz ser capaz de invadir qualquer dispositivo iOS ou Android — um prato cheio para órgãos governamentais/policiais.

UFED significa Universal Forensic Extraction Device e, segundo a Cellebrite, ele é capaz de extrair dados de *qualquer* iPhone/iPad rodando desde o iOS 7 até a última versão pública, a 12.3.x (mas não a versão 13, que está em beta). Ele também funciona com modelos high-end de marcas como Samsung, Huawei, LG e Xiaomi.

Para quem não se recorda, a Cellebrite ficou bem conhecida em 2016, por ter colaborado com o FBI para invadir o iPhone 5c do terrorista de San Bernardino. Posteriormente, o veneno voltou-se contra ela: um hacker teria supostamente roubado uma série de dados da Cellebrite.

A Apple dificilmente comentará o caso, mas essa é uma eterna briga de gato e rato. De alguma forma, a equipe de segurança da Maçã (e também a do Google) tentará descobrir quais as brechas exploradas pela UFED Premium, de forma a fechá-las em updates futuros — se é que o iOS 13 já não está protegido contra a solução, isto é.

via WIRED

Posts relacionados

Comentários