No watchOS 6, você poderá atualizar o sistema sem precisar do iPhone

Ontem, a Apple liberou as segundas versões beta dos seus sistemas operacionais, incluindo o watchOS 6. Além das novidades anunciadas durante a WWDC19, aparentemente o SO do relógio contará com uma função muito interessante — e inesperada: atualizações over-the-air (OTA) diretamente pelo aparelho, como observado pelo nosso leitor Cadu Fernandes.

Atualização de software OTA no watchOS 6

O processo se assemelha bastante ao que já acontece no iOS, por exemplo, no qual o usuário recebe uma notificação indicando que há uma atualização de software disponível; ao baixá-la, o sistema realiza então o download por Wi-Fi e faz a instalação automaticamente, em seguida.

No watchOS 6, isso acontecerá sem o intermédio do iPhone, o qual até o watchOS 5 funciona como “ponte” para baixar e transferir as atualizações de software para o relógio. A atualização OTA no watchOS 6 requer que o dispositivo esteja conectado a uma rede Wi-Fi e a uma fonte de energia, como de costume.

A novidade em si chegou junto à primeira versão beta do watchOS 6, mas não havia sido explorada ainda — já que, naturalmente, os desenvolvedores tiveram que instalar primeiro o watchOS 6 para, aí sim, com a liberação da beta 2, testar o recurso e baixar a atualização (pela primeira vez) no próprio relógio.

Tudo isso certamente faz parte da iniciativa da Apple de emancipar o seu gadget vestível, tornando-o menos dependente do iPhone; no watchOS 6, inclusive, o relógio ganhará sua própria App Store, como nós já tínhamos informado.

Posts relacionados

Comentários