Bill Gates lamenta Microsoft não ser a rival da Apple no mundo mobile

Em 2007, no lançamento do primeiro iPhone, muitos devem lembrar das gargalhadas que o até então CEO da Microsoft, Steve Ballmer, deu em relação ao aparelho. Na época, é claro, a Microsoft tinha a sua presença marcada no incipiente mercado mobile e o Android que existia (comprado pelo Google em 2005) não tinha nada a ver com o que veio a se tornar pós-iPhone.

Passados mais de 12 anos, hoje em dia Bill Gates — que ainda está no conselho da Microsoft — lamenta muito o fato de sua empresa ter dado espaço para o Google se tornar a grande rival da Apple no mundo mobile.

Em uma entrevista concedida durante um evento da Village Global, ele declarou:

No mundo do software, especialmente para plataformas, esses são mercados em que o ganhador fica com tudo. Então o maior erro foi qualquer decisão tomada por mim que fez a Microsoft não ser o que o Android é. Isto é, o Android é a plataforma padrão não-Apple para telefones. Isso era algo natural para a Microsoft ganhar. […] Há espaço para exatamente um sistema operacional não-Apple e o que isso vale? Uns US$400 bilhões que seriam transferidos da empresa G para a empresa M.

Aos interessados, eis a entrevista completa:

A parte supracitada começa em 11’42”.

Gates pega para si a (ou parte da) responsabilidade pelo erro, mas a grande verdade é que o bastão na época estava nas mãos de Ballmer. A icônica risada deste pós-anúncio do iPhone mostra claramente o quanto ele não entendia o potencial da coisa.

O mais incrível de tudo é que, mesmo com a sua derrota entre as plataformas mobile, a Microsoft conseguiu dar uma forte guinada em todos os outros segmentos nos quais atua e, recentemente, retomou o posto de empresa mais valiosa do planeta. Ela vale, hoje, US$1,06 trilhão.

Conseguem imaginar um universo paralelo em que a Microsoft tivesse comprado o Android, e não o Google? 🧐

via The Verge

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

12 comments

  1. Vale lembrar até que muitas das funções que o WhatsApp vem implementando a conta gotas, o MSN já possuía. Era um bom mensageiro, no Windows.

  2. O windows está agora fazendo o que devia ter feito a 10 anos atras e que a Apple vem fazendo a pelo menos uns 7: Integração

  3. Não dá pra se ter tudo, né? E ainda mais com a mentalidade atrasada do CEO na época(Ballmer)…

    Eles perderam o mercado mobile tanto em SO quanto em app de mensagens: Se tivessem investido no MSN, talvez o WhatsApp nem existisse hje. Imagina só, irritar os amiguinhos mandando o celular vibrar(chamando atenção) seria muito legal. Hahaha

  4. haverá muita reviravolta ainda no mundo mobile, a MS não está morta, Nadella está bem focado, não perde o foco em bobagens como seriados

  5. Os serviços da MS estão na apple e android.
    Se tivesse acontecido o que ele falou, existia o risco da MS querer colocar seu serviços em exclusividade no seu SO, como a apple faz. E isso é ruim.

  6. Se o win tivesse ocupado o lugar do android no mobile, hj seria um monopólio com o iphone tendo a mesma relevância que o win phone teve no auge.
    Imagina todo o mercado corporativo e pessoal da grande maioria integrado com o mobile. Com o bing e a cortana tendo todo o fluxo desses usuários. A tia do pc do milhão usando msn messenger no celular até hj enquanto joga candy crush.
    O google hj seria um Yahoo. Kkk
    Mas né, SE… SE o meu pai fosse o Bill Gates, eu não tava aqui postando besteira… Estaria fazendo concorrência com Dan Bilzerian nas redes. 🙂

  7. Não é exatamente problemático para a MS porque ela tem sei lá quantas patentes relacionadas a mobile, e ganha uma grana violenta com acordos.

  8. Mas acho que ele lamenta por não ser relevante no mercado de OS Mobile, e nao quanto a grana, já que a MS conseguiu se reinventar e ainda está no topo das empresas de TI.

Deixe uma resposta