Nada de recorte: OPPO mostra a primeira câmera frontal escondida sob a tela

A tendência de “telas infinitas” nunca cumpriu exatamente a promessa de entregar um dispositivo com um display que ocupa toda a parte frontal do dispositivo. Isso, é claro, ocorre devido a algumas limitações na construção do hardware, como a câmera frontal ou o design do chassi.

O primeiro motivo é, inclusive, a razão pela qual os iPhones X, XS, XS Max e XR possuem o recorte frontal (conhecido como notch). Naquele pequeno espaço existem sensores e câmeras do sistema TrueDepth, responsáveis por dar vida ao Face ID. Nos novos iPads Pro, contudo, a Maçã conseguiu eliminar esse recorte graças ao espaço extra do chassi do tablet.

Para a fabricante chinesa OPPO, entretanto, produzir um smartphone que conta com uma câmera frontal e um display infinito será uma realidade em breve, a partir da tecnologia under-screen camera (USC). A empresa foi a primeira a demonstrar o uso de uma câmera frontal instalada sob a tela do dispositivo durante o Mobile Congress World 2019 em Xangai (China).

De acordo com a OPPO, o display usa um material transparente que possui uma estrutura pixelada para que a luz possa chegar à câmera frontal. O sensor em si é maior que o de câmeras frontais de outros aparelhos, com uma lente de abertura mais ampla para justamente, também, captar mais luz.

A nova solução da OPPO para exibição em tela cheia — câmera sob a tela (USC) acaba de ser revelada aqui no #MWC19 Xangai! #MoreThanTheSeen

Isso não significa que a área do display sobre a câmera seja “inutilizável” ou mesmo não mostre com fidelidade o conteúdo na tela. Segundo a fabricante, essa região é sensível ao toque e fiel à qualidade de exibição do restante da tela. Apesar disso, dependendo da inclinação e da luz ambiente, é possível ver a diferença do display na região da câmera.

Diferença do display “comum” e da área pixelada sobre a câmera frontal | Imagens: Engadget

Como nem tudo são flores, a OPPO reconhece que colocar uma tela na frente de uma câmera pode reduzir a qualidade das imagens, devido a problemas como neblina, reflexo e conversão de cores. Para resolver isso, a empresa afirmou que está desenvolvendo um algoritmo capaz de balancear essas características, fornecendo uma selfie com qualidade igualável à de outros smartphones.

<em>Selfie</em> com a nova tecnologia USC da OPPO
Selfie com a nova tecnologia USC da OPPO | Imagem: The Verge

O fato é que só saberemos quão precisas são essas informações da fabricante quando essa tecnologia chegar ao mercado, nos próximos aparelhos da marca. No entanto, ainda não está claro quando exatamente isso acontecerá — a OPPO disse apenas que planejará um lançamento “em breve”.

Será que a tecnologia USC ocupará a cadeira de elefante branco da tecnologia após o — aparente — fiasco dos smartphones dobráveis? Veremos.

via Engadget

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários