Subindo: Apple Music já tem 60 milhões de usuários, diz Eddy Cue

A batalha das plataformas de streaming musical tem um vencedor claro — o Spotify — e um concorrente — o Apple Music — que surgiu no jogo muito depois da concorrência mas, ainda assim, escalou as tabelas para conquistar uma sólida vice-liderança. E ele continua crescendo.

De acordo com uma declaração recente do vice-presidente sênior de software e serviços de internet da Maçã, Eddy Cue, o Apple Music tem agora 60 milhões de usuários, entre assinantes regulares e pessoas que utilizam a plataforma no período de testes gratuito oferecido pela gigante de Cupertino. Em conversa com o site francês Numerama, o executivo afirmou ainda que a rádio Beats 1 tem “dezenas de milhões de ouvintes”.

A última atualização oficial sobre os números do Apple Music datava de maio do ano passado, quando Tim Cook afirmou que a plataforma tinha 50 milhões de usuários; em dezembro, entretanto, o Financial Times estimou que o serviço da Maçã já tinha chegado aos 56 milhões de clientes — ou seja, um crescimento constante, ainda que não vertiginoso.

Mesmo assim, o Spotify continua nadando de braçada: em abril, a companhia sueca anunciou que tinha batido 100 milhões de usuários pagantes. Segundo Cue, entretanto, a performance atual do Apple Music é mais do que satisfatória: o executivo afirmou estar contente com os números trazidos pelo serviço e prometeu que a Apple permanecerá dedicada em levar cada vez mais recursos para ele.

De fato, com a chegada do iOS 13 e do macOS Catalina, o Apple Music verá algumas novidades interessantes em suas duas principais plataformas: no Mac, o serviço passará a “morar” em uma nova casa — o app Música, que substituirá o iTunes —, enquanto o aplicativo no iOS — e no tvOS — ganhará suporte a letras sincronizadas com a música e outras melhorias na interface.

Se essas novidades serão suficientes para aguçar o interesse de possíveis novos usuários… bom, isso só o tempo dirá.

via iPhone in Canada

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários