Contra a maré: Apple transfere fabricação do novo Mac Pro para a China

Inesperadamente, a Apple transferiu a produção do novíssimo (caríssimo, poderosíssimo e assim por diante) Mac Pro dos Estados Unidos para a China, de acordo com um relatório publicado pelo Wall Street Journal1.

Isso é uma surpresa por dois motivos: primeiramente, o Mac Pro vinha sendo fabricado nos EUA há seis anos, mais especificamente na instalação da Flex, localizada em Austin (Texas) — onde a Maçã, inclusive, construirá um novo campus. Em segundo lugar, as tensões entre EUA e China estão nas alturas à medida em que a guerra comercial entre as duas potências só esquenta — fazendo a empresa inclusive expandir a produção para outros países, dependendo cada vez menos da China.

Apesar da possibilidade de mais produtos da Maçã serem tarifados pelo governo americano, a Apple assinou um contrato com a chinesa Quanta Computer para fabricar o novo Mac Pro por lá. Essa parceria não é exatamente nova, já que a Quanta fabrica diversos modelos de MacBooks para a Maçã.

A decisão (de produzir na China) muito provavelmente também foi influenciada pela distância da Quanta em relação a outros fornecedores de componentes da Apple na Ásia, uma vez que a companhia poderá economizar ainda mais nos custos de envio dessas peças (em vez de enviar tudo para os EUA).

O fato de a produção da última geração do Mac Pro (modelo 2013) nos EUA ter sido problemática para a Apple também deve ter pesado. No início deste ano, divulgamos que as vendas da workstation foram adiadas porque o fornecedor da companhia no Texas não conseguiu fabricar parafusos suficientes!

Ainda segundo o WSJ, um porta-voz da Apple disse que o novo Mac Pro foi arquitetado e projetado nos EUA, e inclui peças fabricadas em território americano. Apesar da decisão, a companhia também contou que apoia a produção nos EUA e que gastou US$60 bilhões no ano passado com mais de 9.000 fornecedores no país.

Além dos trabalhadores da Flex, outra pessoa que certamente não ficará feliz com a notícia é o presidente americano Donald Trump, que defendeu múltiplas vezes a ideia da gigante de Cupertino transferir sua produção para o seu país natal.

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários