Apple mantém título de maior empresa de tecnologia no ranking Fortune Global 500 Pela primeira vez, temos mais empresas chinesas que americanas no ranking

Há alguns meses, comentamos aqui sobre como a Apple tinha recuperado o terceiro lugar na Fortune 500, lista das maiores empresas dos Estados Unidos em uma série de métricas realizada pela revista Fortune. Agora, no ranking Fortune Global 500 — que engloba as maiores empresas do mundo, e não só dos EUA —, a Maçã se deu igualmente bem.

Conquistando o 11º lugar no ranking geral, a Apple é a empresa tecnológica mais bem colocada do mundo, superando rivais como a Amazon (13º), a Samsung (15º), a Alphabet (empresa-mãe do Google, em 37º), a Microsoft (60º), a Huawei (61º) e a Dell (84º). Outras do ramo da tecnologia, como a Sony, a LG, a Nokia e a Xiaomi, também figuraram no ranking, porém abaixo das 100 principais.

Mesmo com as vendas relativamente baixas de iPhones nos últimos trimestres, a Apple é a segunda maior empresa do mundo em termos de lucros anuais: foram US$59 bilhões nos últimos 12 meses, contra quase US$111 bilhões da líder nessa métrica, a Saudi Aramco (6º lugar no ranking geral).

O Walmart continua liderando a Fortune Global 500, mas a lista de 2019 tem uma surpresa: pela primeira vez, ela é formada por mais empresas da China (129) que dos Estados Unidos (121). Entre as companhias chinesas que mais cresceram, temos a Xiaomi (que estreou no ranking agora), a Tencent (que subiu 94 posições) e a Alibaba (subiu 118).

Entre as empresas brasileiras, temos a Petrobras (74º lugar), o Itaú Unibanco (191º), a JBS (219º), o Bradesco (221º), o Banco do Brasil (269º), a Caixa Econômica Federal (305º), a Vale (336º) e a Ultrapar (499º). Todas caíram de posições em relação a 2018 — menos a Caixa, que se manteve em seu lugar.

O ranking completo pode ser acessado por meio desse link.

via GSMArena

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários