Departamento de Justiça dos EUA abre investigação antitruste sobre gigantes tecnológicas, como a Apple Amazon, Google e Facebook também estão na mira do órgão

App Store no iPhone XR

As gigantes da tecnologia, como a Apple e o Google, estão na mira de órgãos antitruste do mundo inteiro há tempos por conta de suspeitas de práticas anticompetitivas e prejudiciais ao mercado — a Apple, por exemplo, está às voltas com a Suprema Corte dos EUA por supostos atos irregulares na App Store. Agora, quem resolveu agir foi o Departamento de Justiça do mesmo país, como informou o Wall Street Journal.

O órgão anunciou hoje que está abrindo uma grande investigação antitruste contra as maiores empresas de tecnologia dos EUA, incluindo a Apple, o Google, a Amazon e o Facebook. A ideia é investigar se companhias estão sufocando a competição de forma deliberada — especialmente em suas plataformas online, como lojas de aplicativos, sites de mídias sociais e serviços de compra e venda online.

O advogado-geral assistente da divisão antitruste do Departamento de Justiça dos EUA, Makan Delrahim, afirmou que o poder das gigantes tecnológicas pode fazer com que elas “ajam de forma que não respeite as demandas dos consumidores”. Delrahim complementou, declarando que o órgão vai levar em conta as preocupações dos consumidores, negócios e empresários sobre as ações das grandes empresas — tanto é que a investigação está aberta para opiniões dos cidadãos.

É bom notar que o Departamento de Justiça dos EUA já lançou investigações individuais sobre a Apple e o Google, anteriormente, sob as mesmas suspeitas. A investigação de agora, por outro lado, é mais ampla e não foca em uma empresa específica, mas nas ações coletivas de todas as companhias do grupo chamado “Big Tech”.

Nem a Apple nem as outras empresas envolvidas na investigação comentaram o caso, mas o Departamento de Justiça deverá anunciar novidades sobre ele em breve — e, caso o órgão determine alguma irregularidade nas ações, é possível que vejamos sanções contra as companhias no futuro. Acompanhemos.

via CNET

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários