Temos um jailbreak para o iOS 12.1.3-12.2 — eis aqui tudo o que você precisa saber a respeito

Autor convidado

Anderson L. A. Silva

Morador de Jundiaí (SP), viajou no MM Tour VII e é um grande apaixonado pela área de informática. Graduado como Tecnólogo em Gestão de TI, iniciou sua carreira profissional como suporte técnico e está se especializando para seguir carreira na área de redes e telecom.

Não preciso contar por aqui que, dia após dia, temos um iOS cada vez mais recheado de recursos aliado a mecanismos de proteção cada vez mais rígidos e um grau de maturidade que deixa a concorrência comendo poeira.

Não é segredo, também, que grande parte disso se deve ao nosso velho conhecido jailbreak, que permitiu muitas das coisas as quais antes eram restritas a esse mundo se tornarem recursos nativos e, em contrapartida, blindar cada vez mais o iOS no que diz respeito à sua segurança e integridade. Entretanto, porém, todavia, outrossim… como não existe software perfeito, uma hora ou outra a comunidade vai descobrir novas falhas, a Apple vai correr para corrigi-las e o ciclo se repetirá.

Pois bem… eu, jailbreaker veterano e leitor assíduo do site, fui convidado pelo MacMagazine para escrever sobre as últimas novidades desse mundo. Vamos direto a elas!


No último dia 11, o pesquisador de segurança Ned Williamson, em parceria com o Google Project Zero, publicou em detalhes a falha CVE-2019-8605 — batizada de Sock Puppet, que foi corrigida pela Apple no iOS 12.3 e, agora, demais pesquisadores de segurança e hackers estão livres para estudar e explorar tal brecha em versões anteriores do iOS afim de atualizar e aprimorar suas ferramentas.

Jailbreak Chimera

Saindo na frente, o hacker @Pwn20wnd e sua equipe lançaram a versão 3.3.8 da ferramenta unc0ver, seguidos pelo Electra Team com a versão 1.2.5 da ferramenta Chimera — ambas trazendo compatibilidade com as versões 12.1.3, 12.1.4 e 12.2 do iOS.

Qual ferramenta eu devo usar? Tem diferença?

A ferramenta unc0ver possui código aberto, utiliza o Cydia Substrate e traz o Cydia como gerenciador de pacotes; por sua vez, a Chimera possui código fechado, utiliza o Substitute e traz o Sileo.

Screenshot da unc0ver

Ambas tem seus pontos fortes e fracos, preferências e controvérsias afins no meio da comunidade. Já utilizei as duas ferramentas, tive experiências positivas com ambas e hoje, por preferência, estou usando o unc0ver — mas seja livre para utilizar aquela que lhe despertar o interesse e evite alternar entre elas, uma vez que qualquer uma esteja instalada e ativada.

As duas ferramentas são do tipo semi-untethered, ou seja, o jailbreak deve ser reativado toda vez que o dispositivo for reiniciado — porém não há a necessidade de se plugar o dispositivo a um computador e reinstalar do zero, afinal, tudo está contido no app que permanece instalado no dispositivo.

Até o momento da criação deste artigo, são estes os dispositivos compatíveis com ambas as ferramentas:

  • iPhone 5s
  • iPhone 6/6 Plus
  • iPhone 6s/6s Plus/SE
  • iPhone 7/7 Plus
  • iPhone 8/8 Plus/X
  • iPad Air/iPad mini 2/iPad mini 3
  • iPad Air 2/iPad mini 4
  • iPad (5ª geração)
  • iPad (6ª geração)
  • iPad Pro 9,7” e 12,9” (1ª geração)
  • iPad Pro 10,5” e 12,9” (2ª geração)
  • iPod touch (6ª geração)

Demais dispositivos compatíveis com o iOS 12.1.3, 12.1.4 e 12.2 poderão ganhar suporte em atualizações futuras. São eles:

  • iPhone XR/XS/XS Max
  • iPad Air (3ª geração)
  • iPad mini (5ª geração)
  • iPad Pro 11” e 12,9” (3ª geração)

É seguro? E se eu tiver problemas? Tem como apagar o jailbreak?

Posso afirmar, por minha própria experiência e com diversos relatos que acompanho pela internet afora: nunca o status atual do jailbreak esteve tão maduro quanto agora.

Independentemente da ferramenta que você escolher, elas são testadas e atualizadas exaustivamente para garantir que a sua experiência seja a mais estável e confiável possível. Isso, claro, não isenta o fato de que estamos lidando com ferramentas que exploram falhas do sistema iOS, abre o espaço para qualquer modificação e existe a possibilidade de algo dar errado no meio do processo: seja por um tweak1 incompatível, seja pela natureza das próprias falhas, seja por erro do usuário…

Minha recomendação principal é: antes de tentar qualquer coisa, tenha sempre um backup atualizado do teu dispositivo.

Se o pior acontecer ou se você desejar apagar o jailbreak do seu aparelho, basta plugar o dispositivo a um computador, fazer uma restauração com o iTunes e tudo voltará exatamente como estava antes, inclusive seus dados (porque você fez o backup, certo? 😉).

O download das ferramentas (bem como suas atualizações) pode ser feito em seus respectivos links oficiais: unc0ver | Chimera — e o site iClarified possui um tutorial de instalação bem detalhado em seu site (em inglês). O processo é o mesmo para ambas as ferramentas e pode ser executado em qualquer computador rodando macOS, Windows ou Linux.

Posts relacionados

Comentários