CarPlay num BMW

O CarPlay, junto ao Android Auto, representa não o futuro, mas o presente dos sistemas de informação e entretenimento automotivos. Claro, em breve teremos sistemas superinteligentes que poderão até dirigir o carro para nós, mas, neste momento, as plataformas da Apple e do Google são o padrão para um veículo conectado e razoavelmente inteligente. O que dizer, então, de uma fabricante de luxo que passará a cobrar anualmente pelo acesso a um deles?

É exatamente o que a BMW está fazendo. A partir dos seus modelos de 2019, a montadora alemã passará a cobrar uma assinatura anual de US$80 para que seus compradores tenham acesso ao CarPlay — coisa que nenhuma outra fabricante atualmente faz, que dirá uma considerada de categoria superior.

A notícia não é exatamente recente: a BMW já tinha anunciado que passaria a realizar essa cobrança há mais de um ano, mas agora que ela está entrando em efeito, a revolta dos potenciais compradores de modelos da fabricante ecoou novamente. O burburinho foi tão alto que a montadora atualizou seu modelo de cobrança para o CarPlay e passou a oferecer uma outra opção: os clientes podem pagar uma taxa de US$300 para uma assinatura de 240 meses, ou 20 anos (que equivale a US$15 por ano).

Ainda assim, não está claro se a Apple vê com bons olhos a cobrança de anuidade para acesso ao seu sistema automotivo. A maioria das fabricantes já oferece o CarPlay como padrão em seus veículos, mas algumas cobram uma taxa opcional para ele — o que é perfeitamente compreensível, já que a plataforma exige a instalação de algum hardware adicional. Uma assinatura, por outro lado, é algo completamente diferente, já que toda a comunicação da Maçã acerca do CarPlay mostra que o serviço é gratuito para quem tem acesso a ele.

A BMW, até o momento, só oferece suporte ao CarPlay, mas afirma que o Android Auto passará a ser suportado em seus carros no futuro próximo — e, possivelmente, sob o mesmo esquema de assinatura. A Apple não comentou o caso, mas certamente ouviremos mais sobre essa história num futuro próximo.

via iClarified

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários