Teclado tesoura deverá reestrear em outubro no MacBook Pro de 16″, diz Ming-Chi Kuo E o MacBook Air deverá ficar para 2020, segundo o analista

Digitadores do mundo, uni-vos: a cada dia, parece mais claro o prospecto de que o malfadado teclado borboleta está com os dias contados. O estilo de teclas, que estreou no (já finado) MacBook de 12″, tem uma vida permeada pelas polêmicas e pela falta de confiabilidade — tanto é que todos os MacBooks [Pro, Air] equipados com ele estão num enorme programa de reparo oferecido pela Apple.

A mais recente evidência de que o teclado borboleta está vivendo seus últimos dias vem, de novo, de um dos analistas mais respeitados do mundo Apple. Sim: segundo nosso amigo de sempre, Ming-Chi Kuo, o design começará a ser substituído pelo velho teclado tesoura ainda em 2019 e sumirá completamente até o ano que vem.

Em nota a investidores obtida pelo MacRumors, o analista reiterou a previsão de que o mítico MacBook Pro de 16 polegadas será lançado pela Apple no quarto trimestre de 2019. Kuo já tinha previsto, anteriormente, que os teclados borboleta seriam aposentados pela Apple num futuro próximo, mas seus prognósticos de agora são mais específicos em relação ao provável cronograma da Maçã para estrear o “novo-velho” teclado tesoura.

Se antes Kuo afirmava que o teclado tesoura reestrearia numa atualização do MacBook Air ainda em 2019, agora o palpite é outro (pudera, os Airs acabaram de ser atualizados): o mecanismo antigo fará seu retorno triunfal no mítico MacBook Pro de 16″, que, segundo o analista, realmente será apresentado em outubro próximo, corroborando rumores recentes. Já um novo MacBook Air deverá vir somente em 2020, segundo Kuo — também já com o teclado tesoura.

Mais que isso: ao longo de 2020, todos os modelos de MacBooks à venda serão atualizados para aposentar o teclado borboleta e adotar o estilo tesoura no seu lugar. Segundo Kuo, teclados tesoura convencionais custam às fabricantes algo em torno de US$8 e US$12 — porém o componente atualizado da Apple deverá lhe custar algo entre US$25 e US$30. Espera-se, entretanto, que esse valor seja ainda inferior ao que a Maçã gasta hoje com seu problemático teclado borboleta.

Não há informações se o novo mecanismo de tesoura será idêntico ao que era adotado pela Apple em seus computadores antigamente, mas a suspeita é de que o design sofra alterações para ser acomodado nas máquinas ultrafinas produzidas hoje em dia pela empresa. Isto é, os teclados voltarão à tecnologia antiga, mas é provável que as teclas não tenham a mesma sensação tátil mais profunda dos computadores de outrora.

Juntando as novas previsões de Kuo com os rumores recentes de mais atualizações de MacBooks lá para o fim do ano, parece que o segundo semestre será agitado para a linha de computadores da Apple. Quem se animou?

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários