Agora vai? iPhones de 2021 poderão ter Touch ID sob a tela e Face ID O analista Ming-Chi Kuo já está pensando em como serão os iPhones daqui a dois anos

Biometria (digital)

A cada ano, o lançamento de novos iPhones prova que certos rumores ficam somente no plano teórico, de forma que, com o tempo, eles são descartados pela maioria dos analistas. Esse, no entanto, ainda não é o caso da possibilidade de o iPhone voltar a ter um Touch ID — não em substituição ao Face ID, mas para complementá-lo.

Quem reanimou as esperanças dos amantes do Touch ID dessa vez foi o próprio Ming-Chi Kuo, conhecido analista da TF Internacional Securities. Ele disse acreditar que a Apple lançará um iPhone com Touch ID sob a tela (sem botão) em 2021! No mês passado, comentamos que a Apple poderia lançar um dispositivo assim só na China (ainda neste ano), para tentar se recuperar das vendas fracas no país.

Kuo baseou os rumores mais recentes em patentes da Apple relacionadas a um mecanismo de leitor de digitais embutido no próprio display e a expansão da tecnologia FOD1 em diversos dispositivos Android, sugerindo que a Maçã deverá correr atrás dessa tendência e oferecer dois métodos de autenticação pela primeira vez em iPhones.

Em termos de tecnologia, prevemos que quatro problemas técnicos críticos de FOD melhorarão significativamente daqui a 12 ou 18 meses, incluindo a espessura do módulo, a área de detecção, o consumo de energia e a taxa de rendimento de produção do processo de laminação. Portanto, acreditamos que a Apple lançará um novo iPhone equipado com Face ID e FOD para aumentar a segurança e a conveniência graças à multi-biometria.

O analista infere, ainda, que a Apple deverá usar uma variante do sistema de biometria da Qualcomm que expande a área de detecção da biometria, permitindo ao usuário posicionar o dedo em qualquer lugar de uma área ainda maior para que a autenticação pela digital seja realizada (como a patente da Maçã descreve).

Por fim, mas não menos importante, Kuo também previu que o Apple Watch ganhará recurso de biometria no futuro, e diferentemente de seguir a tendência do Face ID, o relógio deverá contar com um sensor de digitais sob a tela para facilitar a autenticação do usuário. Esse rumor, no entanto, é ainda mais longínquo do que o retorno do Touch ID aos iPhones, então caberá ao tempo revelar mais detalhes sobre isso.

via 9to5Mac I imagem: Shutterstock.com

Posts relacionados

Comentários