iOS 13 obrigará WhatsApp e Facebook Messenger a mudar; entenda Aplicativos usam API para realizar vários processos, mas isso não será mais permitido

Ícones do Messenger, WhatsApp, Facebook e Viber no iPhone

Acharam que nós já tínhamos destrinchado todas as novidades do vindouro iOS 13? Pois acharam errado — e a mudança da qual trataremos agora poderá exigir que apps deveras populares, como o WhatsApp e o Facebook Messenger, mudem um aspecto importante da sua forma de funcionamento.

Como trouxe o The Information, a nova versão do sistema operacional da Apple traz uma mudança na forma que aplicativos com funcionalidade VoIP (ou seja, com chamadas telefônicas via internet) operam. A partir do iOS 13, os processos em planos de fundo desses apps serão restritos para funcionar apenas com as chamadas em si, o que impedirá que apps como o WhatsApp usem a função para capturar dados dos usuários ou realizar outras tarefas.

Explico: até o iOS 12, o sistema da Maçã é, digamos, liberal em relação ao funcionamento de aplicativos VoIP. A API1 PushKit VoIP permite que o WhatsApp, por exemplo, fique rodando a todo tempo em segundo plano para receber chamadas, e esse processo silencioso é usado pelo aplicativo para realizar outras tarefas, como por exemplo estabelecer a criptografia ponta a ponta do mensageiro ou capturar dados de localização e uso.

É exatamente isso que está mudando. A partir do iOS 13, o PushKit VoIP poderá ser usado somente para o recebimento e realização de ligações, e quaisquer outros processos deverão ser realizados pelos aplicativos por alguma outra via. Isso significa que os apps terão de ter parte do seu funcionamento reconstruído — especialmente no caso do WhatsApp, que usa a API para manter uma das suas características mais importantes (a criptografia ponta a ponta).

Olhando pelo prisma da Apple, a mudança é compreensível: ela faz parte da jogada recente da empresa de restringir ao máximo a captura de dados por apps de terceiros e, com isso, fortalecer ainda mais a imagem do iPhone enquanto dispositivo seguro e preocupado com a privacidade do usuário. Além disso, a bateria dos smartphones será beneficiada, com menos processos em segundo plano exigindo energia dos aparelhos.

Da parte dos desenvolvedores, por outro lado, há trabalho a ser feito. Segundo o Facebook, entretanto, não há motivo para se preocupar. Em declaração ao The Information, a equipe de desenvolvimento dos apps da empresa afirmou o seguinte:

As mudanças nas versões futuras do iOS não são insignificantes, mas nós estamos conversando com a Apple para definirmos nossas estratégias. Para que fique claro, nós estamos usando a API PushKit VoIP para entregar uma experiência de mensagem de primeira e privativa, não com o intuito de coletar dados.

Então tá, né…

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários