Tim Cook lamenta incêndios na Amazônia e diz que Apple fará doação Qualquer ajuda é bem-vinda

Enquanto a população mundial assiste, devastada e impotente, aos incêndios de grande porte que têm tomado conta da Amazônia, figuras de influência global lamentam o acontecimento e anunciam projetos de apoio ao ecossistema. A Apple — e Tim Cook, especialmente — não podia ficar de fora.

O CEO da Maçã publicou agora há pouco em seu Twitter uma mensagem se dizendo “devastado” pelos incêndios, e anunciando que a Apple fará uma doação aos esforços de contenção e preservação da Floresta Amazônica.

É devastador ver os incêndios e a destruição acabando com a Floresta Amazônica, um dos ecossistemas mais importantes do mundo. A Apple fará uma doação para preservar sua biodiversidade e restaurar a floresta indispensável da Amazônia por toda a América Latina.

Cook não citou valores, mas, considerando o nível de devastação, qualquer ajuda é bem-vinda.

Como informou a NASA, com base em dados de satélites próprios, os incêndios na Amazônia em 2019 são os piores em quase uma década — dados que corroboram as estatísticas do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Um pesquisador da agência afirmou, também, que boa parte dos focos do fogo são causados para fins de desmatamento.

Doação à caridade

Em uma notícia relacionada, Cook doou recentemente um valor próximo a US$5 milhões a uma instituição de caridade. A doação foi realizada por meio de ações — mais precisamente, 23.700 ações da Apple, atualmente valoradas em US$4,89 milhões.

O registro foi encontrado na SEC (Securities and Exchange Commission, ou Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos), e a instituição de caridade em questão não foi especificada — o órgão exige apenas que as doações sejam registradas, mas sem a obrigação de constar a identidade das instituições.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários