Bloomberg corrobora retorno do Touch ID (agora sob a tela) nos iPhones de 2020 Ambos os métodos de autenticação biométrica dos iPhones poderão somar forças no futuro

O que antes era remoto está se tornando cada vez mais provável: a Apple deverá lançar um novo leitor de impressões digitais nos futuros iPhones, de acordo uma nova reportagem da Bloomberg. A notícia corrobora alguns rumores que começaram a circular em julho passado acerca de uma possível versão do Touch ID embutida na tela, possibilidade que também foi levantada pelo analista da TF Internacional Securities, Ming-Chi Kuo.

Mais precisamente, Mark Gurman inferiu que a nova implementação do Touch ID poderá ocorrer em adição ao Face ID, permitindo que os usuários se autentiquem tanto por meio de impressões digitais quanto pelo rosto.

O próximo leitor de impressões digitais seria incorporado na tela, permitindo ao usuário digitalizar suas impressões digitais em uma grande parte do display, e funcionaria em conjunto ao sistema Face ID existente.

Segundo a Bloomberg, a tecnologia está sendo testada dentro da Apple e entre os fornecedores da companhia em alguns países, com a possibilidade de que a novidade chegue já aos iPhones do próximo ano — ou mais tardar em 2021, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

Nesse sentido, as empresas parceiras da Apple na fabricação de iPhones provaram que são capazes de integrar a nova tecnologia com sucesso, mas não em grande escala. Assim, o lançamento desse iPhone (que poderá incluir outras grandes mudanças no design) aparentemente dependerá dos resultados com os protótipos e da capacidade de produção das fábricas.

Ao oferecer tanto o Touch ID quanto o Face ID, a Apple aumentaria a conveniência e a velocidade de desbloqueio do iPhone (de forma que um compensaria o outro). Além disso, se o Touch ID for, de fato, integrado ao display do gadget, a Maçã poderá manter o design introduzido com o iPhone X, melhorando a experiência geral do usuário.

Touch ID na tela

A Bloomberg também “confirmou” a notícia divulgada ontem pelo Nikkei de que a Apple lançaria um novo iPhone de baixo custo o qual popularmente está sendo chamado de “iPhone SE 2”, em 2020. Para Gurman, o possível gadget possuirá um design revisado semelhante ao do iPhone 8 e manteria o Touch ID (de segunda geração).

Verdade ou não, o fato é que na próxima semana conheceremos os novos iPhones e quais tecnologias a Maçã reserva para a sua próxima geração de smartphones, principalmente no que tange ao sistema traseiro de câmeras do dispositivo.

Posts relacionados

Comentários