Evento especial: o iPhone 11 está entre nós com preço mais baixo, duas câmeras, chip A13 e mais! O sucessor espiritual do iPhone XR é… exatamente como esperávamos

Depois dos anúncios relacionados a serviços, ao novo iPad de sétima geração e ao Apple Watch Series 5, chegamos à estrela principal da festa: senhoras e senhores, aqui está, finalmente, o iPhone 11.

O sucessor “espiritual” do iPhone XR tem vários dos seus elementos, como várias cores e um design divertido, pensado para agradar jovens de todas as idades. Sua moldura continua sendo de alumínio anodizado, e temos vidro na frente e na traseira. O ressalto da câmera é, agora, integrado ao vidro.

São seis cores: roxa, branca, verde, amarela, preta e a tradicional (PRODUCT)RED. Ainda temos a mesma tela Retina LCD1 de 6,1 polegadas, e um novo recurso de “som espacial” com tecnologia Dolby Atmos.

O iPhone 11 dobra a quantidade de câmeras do XR. Temos, agora, duas lentes — uma grande angular de 12MP com 26mm e ƒ/1.8; outra ultra-grande-angular, também de 12MP, com 12mm e ƒ/2.4; esta segunda tem um ângulo de visão de 120º. A Apple tem uma nova interface no app Câmera que mostra o que as duas câmeras veem ao mesmo tempo. O flash True Tone está, também, 36% mais brilhante!

A tecnologia de câmera também foi aprimorada, com mais de 1 trilhão de operações por foto e altas doses de inteligência artificial. Há novos modos de disparo, como um Modo Retrato que funciona com animais e um novo Modo Iluminação de Retrato chamado High-Key Mono com imagens em preto e branco de alto contrate. Há, também, um novo Modo Noite para competir com os smartphones do Google e da Huawei que contam com recursos similares.

As capacidades de vídeo do aparelho também são impressionantes — segundo a Apple, é a melhor qualidade de vídeo num smartphone —, com estabilização melhorada e uma transição suave entre as duas câmeras durante a captura. Temos capacidade a captura 4K a 60 quadros por segundo, time-lapse e novo modo HDR2 estendido — tudo isso funciona com ambas as câmeras.

Há, ainda, um novo recurso chamado QuickTake, o qual permite que você capture um vídeo rapidamente simplesmente segurando o botão de captura quando estiver tirando fotos — ninguém sabe o que aconteceu com a captura sequencial de fotos, entretanto, pelo menos por enquanto.

A câmera frontal TrueDepth tem 12MP, e um sensor ainda maior se você a rotacional para o modo horizontal. A câmera de selfies também pode capturar vídeos 4K a 60 quadros por segundo, e tem um modo próprio de câmera lenta — para você capturar o que a Apple chama de “slofies”, ou selfies em slow motion.

A Apple não comentou muito na keynote, mas o Face ID não só ficará até 30% mais rápido graças às melhorias do iOS 13, como também está ganhando aprimoramentos no hardware do iPhone 11 funcionando com distâncias mais variadas e com suporte a “mais ângulos”, segundo a Maçã.

Em termos de performance, temos o novo chip A13 Bionic, classificado pela apple como a CPU3 e a GPU4 mais rápidas num smartphone — para exemplificar, a desenvolvedora Giant Network fez a demonstração de um novo jogo, Pascal’s Wager, que será lançado na App Store (não, não no Apple Arcade) no mês que vem.

A bateria do iPhone 11 também recebeu melhorias: ela dura uma hora a mais que a do iPhone XR, que já era o iPhone mais longevo da linha.

A possível melhor notícia do dia é que a Apple baixou os preços do iPhone 11 em relação ao XR — dos US$750 anteriores, o novo smartphone partirá de US$700 na versão de 64GB. Não é um corte significativo, mas já é alguma coisa, não é mesmo?

O iPhone 11 entrará em pré-venda nesta sexta-feira, 13 de setembro, e chegará às lojas internacionais uma semana depois, no dia 20. Por ora, não há previsão de quando ele chegará ao Brasil.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários