Na semana passada, algum “apressadinho” publicou um suposto benchmark do iPhone 11 (sucessor do XR) no banco de dados do Geekbench. Como informamos, os resultados mostravam que o dispositivo, identificado como iPhone12,1 possuía 4GB de RAM1, o que indicava um aumento de 1GB na memória do novo aparelho em relação à geração anterior.

Agora, o conhecido leaker OnLeaks publicou uma informação que “confirma” o dado mostrado pelo benchmark visto na semana passada. Segundo ele, o iPhone 11 realmente possui 4GB de RAM, enquanto os modelos 11 Pro e 11 Pro Max são equipados com 6GB de RAM — informação dada também pelo designer Ben Geskin.

Para quem se preocupa com esses detalhes, a #Apple nunca compartilha oficialmente:
#iPhone11 = 4GB de RAM + bateria de 3.110mAh (XR = 3GB + 2.942mAh)
#iPhone11Pro = 6GB de RAM + bateria de 3.190mAh (XS = 4GB + 2.658mAh)
#iPhone11ProMax = 6GB de RAM + bateria de 3.500mAh (XS Max = 4GB + 3.174mAh)

De acordo com o leaker, as especificações acima são oriundas de uma plataforma de certificação chinesa, portanto não são confirmadas oficialmente. Mais do que isso, um novo benchmark — desta vez do iPhone 11 Pro — emergiu na web, porém ele mostra que o flagship da Maçã possui 4GB de RAM (igual à versão de entrada).

Teste benchmark do iPhone 11

Como nós já alertamos, alguns benchmarks podem ser falsificados, e da mesma forma as informações divulgadas por OnLeaks podem não representar as verdadeiras especificações dos novos iPhones. De qualquer forma, teremos que esperar um pouco mais para ter absoluta certeza disso.

Não obstante, vale destacar outra informação divulgada pelo leaker — agora voltada para a bateria dos novos aparelhos. De acordo com mele, o iPhone 11 possui uma bateria de 3.110mAh (ante 2.942mAh presentes no XR); enquanto isso, o iPhone 11 Pro pode conter uma bateria de 3.190mAh, superando o modelo anterior, que tinha 2.658mAh — e até mesmo o sucessor do XR!

Por fim, o iPhone 11 Pro Max, que tem de tudo para ser o próximo “rei da bateria” oferece respeitáveis 3.500mAh, um aumento significativo dos 3.174mAh presentes na bateria do XS Max. Isso tudo, é claro, explicaria o porquê de o modelo topo-de-linha ter uma bateria que dura até 5h a mais que o iPhone XS Max.

De volta aos resultados do provável benchmark do iPhone 11 Pro, o novo flagship atingiu uma pontuação incrível nos testes single-core e multi-core, alcançando 5.472 pontos no primeiro e 13.769 pontos no segundo — enquanto o iPhone XS atinge pontuações em torno de 4.780 e 11.250, respectivamente.

Como esperado, a velocidade do clock do novo chipset A13 Bionic é de 2,66GHz (cerca de 7% maior que os 2,49GHz do chip A12 Bionic). Por mais espertos que devemos ficar com os resultados desses testes, é bem provável que esses números reflitam, grosseiramente, a performance real dos novos iPhones — o que comprovaremos com o tempo.

via TME, GSM Arena

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários