Posso comprar um iPhone 11 ou 11 Pro nos Estados Unidos?

Anteontem, logo após o evento especial da Apple, nós publicamos um artigo detalhando tudo sobre os diferentes modelos de iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max, bem como Apple Watches Series 5, que serão vendidos na América do Norte e na Europa — considerando o que nós, brasileiros, precisamos nos atentar em relação à compatibilidade com o 4G (LTE) nacional.

O mais comum, porém, é que brasileiros viajem para os Estados Unidos para comprar esses “brinquedinhos”. Portanto, este artigo é todo focado nisso: posso comprar um iPhone 11/11 Pro (ou Apple Watch Series 5) nos EUA?

A resposta mais simples é: sim, pode. Sempre pôde, na verdade, mas há alguns poréns que você precisa ter em mente. Vamos por partes.

Que modelo comprar?

Desde o ano passado, a Apple só comercializa um modelo de cada produto nos EUA. Houve uma época em que havia lá modelos diferentes para determinadas operadoras (AT&T + T-Mobile e Verizon + Sprint), mas isso não acontece mais.

Neste ano, os modelos comercializados nos EUA serão os seguintes:

  • A2111: iPhone 11
  • A2160: iPhone 11 Pro
  • A2161: iPhone 11 Pro Max
  • A2094: Apple Watch Series 5 GPS + Cellular (40mm)
  • A2095: Apple Watch Series 5 GPS + Cellular (44mm)

Ou seja, não há muito o que “inventar” aqui.

Esses serão os modelos vendidos no Brasil?

Não. Também tal como no ano passado, chegarão ao Brasil os modelos vendidos na Europa — diferentes de todos esses.

Mesmo assim, a Apple oferece suporte/garantia para eles em território nacional. A única exceção, até o ano passado, eram os Apple Watches Series 4 com conectividade celular — mas isso deverá mudar este ano (assim esperamos), já que os americanos também suportarão as bandas 3 e 7 do nosso 4G.

Qual a diferença dos modelos americanos pros europeus?

Como sempre, o grande pepino é o suporte às diferentes bandas de redes 4G (LTE).

Grosso modo, este ano qualquer iPhone ou Apple Watch que você comprar nos EUA funcionará, sim, no Brasil. Todos eles suportam as bandas 3 (1.800MHz) e 7 (2.600MHz), amplamente utilizadas pelas operadoras nacionais.

O que os iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max americanos não suportam — e aí nem os Apple Watches Series 5 americanos e europeus, também — é a banda 28 (700MHz APT), que tem sido aos poucos adotada pelas operadoras nacionais após o desligamento dos sinais de TV analógica. Essa banda oferece mais alcance/penetração de sinal 4G e, por meio de uma tecnologia de “agregação de portadoras”, permite velocidades superiores que são comercializadas em nosso país como “4,5G”.

Em outras palavras, você conseguirá usar um iPhone 11/11 Pro/11 Pro Max americano sem problemas no Brasil. Mas pode ser que um mesmo modelo europeu obtenha um sinal 4G melhor em determinados lugares, bem como atinja taxas de download/upload superiores.

Onde/como comprar nos EUA?

O ideal é sempre comprar diretamente com a Apple, pagando o preço cheio (full price) dos produtos. Assim, você garante que eles serão 100% desbloqueados para uso em qualquer operadora.

A rede varejista Best Buy, por exemplo, costuma ter bons estoques de iPhones e até fazer promoções (fora de épocas de lançamento, é claro), mas a grande maioria dos aparelhos vendidos por ela é atrelada a alguma operadora — e, portanto, bloqueada para uso somente com aquela operadora. Portanto, não recomendamos comprar iPhones na Best Buy ou em lojas similares.

Comprando iPhone 11 SIM-free e desbloqueado

Comprando na Apple (seja online ou numa loja física), não há risco nenhum. E, neste ano, é até mais fácil pois ela já venderá logo de cara aquela versão “SIM-Free” dos iPhones — realmente destinada a quem quer ele “limpinho” e 100% desbloqueado. Esse nem vem com chip de operadora nenhuma na bandeja (e normalmente é o modelo que vem com aquela ferramentazinha de metal para abrir a bandeja).

Isso é um forte indício de que a Apple preparou um bom estoque desses novos aparelhos para o lançamento (e/ou que não espera uma demanda arrasadora, também) — em anos passados, tal modelo começava a ser comercializado apenas 1-2 meses depois do lançamento.

Quando a pré-venda começará?

Outra novidade deste ano é o horário que começará a pré-venda dos novos iPhones amanhã, 13 de setembro (sexta-feira).

Desde sempre, a pré-venda começa mais ou menos à meia-noite de Cupertino. Desta vez, a Apple decidiu alterar a hora para as 5h da manhã de lá — o que equivalerá às 9h da manhã, pelo horário de Brasília. Não será preciso mais madrugar, portanto. 😆

Caso tenha dúvidas de como fazer a compra online, esse nosso tutorial de dois anos atrás continua quase integralmente válido. É um bom guia, caso você tenha dúvidas sobre o processo todo.

·   •   ·

E aí, quem pretende comprar um novo iPhone e/ou Apple Watch?

sugestão do Fabrício Enke Cardozo

Posts relacionados

Comentários