Quando o assunto são lançamentos da concorrência, não é do nosso costume cobrir todos os eventos relacionados a eles tão a fundo. Mas o Galaxy Fold é diferente: estamos falando de um novo paradigma no mundo dos smartphones, e algo que, se der certo, a Apple terá de correr atrás num futuro não muito distante.

Por isso, acompanhamos a saga de perto, passando pelo seu anúncio inicial, o adiamento, a descoberta dos problemas, a resposta da Samsung, a promessa de uma chegada definitiva e, finalmente, seu lançamento real na Coreia do Sul, na última semana.

Agora, nossos amigos do Loop Infinito chegaram com um dos primeiros unboxings do Galaxy Fold disponíveis na rede — não estamos falando da versão inicial, distribuída à imprensa há alguns meses e posteriormente cancelada, mas da versão final, já revisada e disponível para consumidores coreanos!

O intrépido Junior Nannetti foi até a Coreia do Sul para pôr as mãos no bichinho e trouxe todos os detalhes sobre ele para nós. A caixa do Galaxy Fold — que, como destacado pela Samsung em todos os cantos, já é compatível com a tecnologia 5G — traz, além dos elementos de sempre, um par dos fones sem fio Galaxy Buds (anota, Apple!), além de uma case especial em duas partes e um cartão de “certificado de posse” do aparelho. Só não me perguntem para que ele serve.

É legal notar também alguns cuidados recomendados pela Samsung já na configuração inicial do aparelho. A fabricante pede que os usuários evitem pressionar a tela (de plástico) com muita força e não apliquem nela proteções extras, como películas — como bem se sabe, o aparelho já vem com uma película própria, que foi inclusive uma das razões do cancelamento da versão inicial do smartphone (porque a Samsung “esqueceu” de avisar que o componente não deveria ser retirado).

O Galaxy Fold 5G já está à venda na Coreia do Sul em configuração única, com 5G, 12GB de RAM1 e 512GB de armazenamento, por 2,39 milhões de wons — o equivalente a US$1,8 mil, ou cerca de R$7,4 mil. Vale notar, entretanto, que todo o estoque inicial do aparelho já está esgotado em sua terra natal; agora, só esperando a Samsung fabricar mais unidades do celular ou aguardando seu lançamento nos Estados Unidos, prometido para as próximas semanas.

Que tal?

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários