Apple TV+: Jason Momoa compara “See” a “Game of Thrones”; trailers de “Helpsters” e “Ghostwriter” são divulgados

Estamos a pouco mais de um mês de desfrutar os novos conteúdos do Apple TV+, a nova plataforma de streaming de vídeo da Maçã. Até lá, no entanto, as notícias em torno do serviço da companhia não param.

Entre as boas novas, mais detalhes da série com o ator Justin Theroux foram divulgados; além disso, o protagonista de “See”, Jason Momoa, comparou a produção com o sucesso “Game of Thrones”, entre outras novidades.

“The Mosquito Coast”

Ainda ontem, informamos que o ator Justin Theroux (de “The Leftovers”) estralará uma nova série do Apple TV+, mas até então não haviam sido divulgadas muitas informações sobre a produção. Agora, a Variety publicou uma reportagem que fornece ainda mais detalhes sobre o seriado, que se chamará “The Mosquito Coast”.

Justin Theroux

A série se baseará no romance homônimo de 1981 criado por Paul Theroux, tio do protagonista. A história será contada a partir do ponto de vista do personagem principal, o pequeno Charlie Fox, e se concentra no seu pai Allie, que é um inventor. Eventualmente, Allie se torna um crítico do consumismo e da cultura americanos, decidindo arrancar sua família e se mudar para Mosquítia, na região histórica da Costa dos Mosquitos, no Caribe.

Como dissemos, a produção será dirigida pelo cineasta Rupert Wyatt, de “Planeta dos Macacos: A Origem”, e terá como produtor executivo Neil Cross, de “Luther”.

“See”

A aguardada produção “See”, estrelada pelo ator Jason Momoa, será uma das primeiras a chegar com o Apple TV+ no dia 1º de novembro. Como visto no trailer e em snipets da série, Momoa interpretará Baba Ross, pai de gêmeos nascidos em meio a uma pandemia de cegueira. Quando percebe que seus filhos podem enxergar, Ross deve proteger seus filhos e sua tribo contra uma rainha, a qual acredita que os gêmeos foram enfeitiçados.

Jason Momoa
Foto: Shutterstock.com

Sobre o drama, Momoa contou para a EW que esse provavelmente seja o seu “melhor trabalho”, acrescentando que o seu papel não é diferente do guerreiro Khal Drogo, da série “Game of Thrones”, que interpretou na primeira temporada do sucesso da HBO.

Imagine se Khal Drogo sobrevivesse. Ele nunca foi pai. Eu nunca consegui cumprir nada disso. Mesmo em “Frontier” [série da Netflix], eu tive um filho e minha família foi tirada de mim. Neste, no segundo episódio, tenho 60 anos com gêmeos de 15 anos. Mesmo sendo um guerreiro, ele é um homem que tenta manter sua família unida. Eu nunca experimentei um papel de pai. Eu nunca tive a oportunidade de ir a esses lugares antes.

Como seu papel envolve interpretar um guerreiro que luta sem poder enxergar, Momoa vendou os olhos e treinou com um profissionais de luta para cegos.

Quanto menos você depender dos seus olhos, mais sensível a sua pele ficará. Quando você entra em uma sala, sente um objeto se aproximar de você e, quanto mais você treina para isso, você se torna esse guerreiro final, porque seus sentidos são muito intensos e você não depende de seus olhos.

Quem aí já está ansioso para maratona “See”?

“Ghostwriter” e “Helpsters”

Assim como “See”, duas outras produções originais da Maçã voltadas para o público infantil também serão lançadas junto ao Apple TV+. São elas: “Helpsters” e “Ghostwriter”.

Ambos os seriados foram apresentados durante o evento especial da Apple de março passado, quando a plataforma de streaming foi divulgada, mas até então nenhuma das duas produções havia ganhado trailers oficiais — até agora.

Já é possível assistir aos trailers na página oficial do Apple TV+, bem como os de outras novidades do serviço que vêm por aí. Enquanto “Ghostwriter” é um reboot da série da década de 1990 baseada em quatro crianças que se juntam para resolver mistérios, “Helpsters” é um programa educacional com personagens da série Vila Sésamo, de quase cinco décadas atrás.

Chad Feehan

No começo do ano, informamos que o roteirista da franquia “X-Men”, Simon Kinberg, foi contratado pela Maçã para produzir uma nova série de ficção científica do Apple TV+. Logo em seguida, foi divulgado que o roteirista
Chad Feehan havia entrado para a equipe da produção, mas agora é sabido que Feehan deixou o projeto depois de um período como showrunner, conforme divulgado pelo Deadline.

Feehan, cujos créditos incluem as séries “Banshee” e “Ray Donovan”, foi contratado como produtor e roteirista. No entanto, seu filme de espionagem, “355”, estrelado por Jessica Chestain, foi liberado para produção e ele precisou se afastar para dirigi-la, de acordo com a reportagem.

Ainda sem um nome oficial ou mesmo elenco divulgado, não há muitas informações sobre o desenvolvimento da série, que pelo visto não tem previsão para chegar ao Apple TV+.

via BGR, 9to5Mac, Apple World Today

Posts relacionados

Comentários