Ainda ontem, comentamos um problema um tanto quanto misterioso envolvendo Macs Pro que supostamente teriam instalados softwares da Avid, com destaque para o Media Composer. Como diversos usuários foram afetados, muitos acompanharam o andar da carruagem, que teve agora uma “reviravolta”.

Com o número crescente de relatos, muitos usuários primeiro começaram a afirmar que o problema também afetava outros Macs, além da workstation. Em seguida, outra porção de pessoas prejudicadas disseram que não tinham nenhum software da Avid instalado em suas máquinas, fazendo com que a raiz do problema voltasse a ser uma incógnita — até o Google publicar um novo relatório sobre um erro que poderia afetar alguns sistemas do macOS.

De acordo com a empresa, a versão 1.2.13.75 do Google Keystone (software “oculto” de atualização da companhia) foi despachada com um bug que danifica o macOS nos Macs em que a Proteção da Integridade do Sistema (PIS) está desativada.

Mais precisamente, o recurso de segurança do sistema operacional ajuda a “impedir que softwares potencialmente maliciosos modifiquem arquivos e pastas protegidos do Mac”. Apesar de o recurso ter sido incluído com o OS X El Capitan (10.11), o bug do Google também afeta computadores que não oferecem suporte à PIS.

O Google afirmou que interrompeu a distribuição da atualização supracitada do Keystone até que uma solução seja divulgada. Nos computadores em que a atualização já foi instalada, a empresa recomenda que os usuários sigam as próximas etapas para recuperar suas máquinas afetadas pelo bug (apenas para Macs com o OS X El Capitan 10.11 ou posterior instalados).

  1. No Modo de Recuperação, escolha o volume instalado com o app do Google (na maioria dos casos “Macintosh HD”).
  2. Abra o app Terminal e insira os seguintes comandos:
# chroot /Volumes/[nome do volume instalado] 
# mv var vv
# ln -s private/var var
# chflags -h restricted /var
# chflags -h hidden /var
# xattr -sw com.apple.rootless "" /var

Para usuários do OS X Yosemite 10.10 e anteriores, siga até o 2º passo acima e insira, no Terminal, os seguintes códigos:

/Users/[nome do usuário]/Library/LaunchAgents/
OU
/Library/LaunchAgents/
- com.google.keystone.agent.plist
- com.google.keystone.xpcservice.plist
# exit
(recomendado) # csrutil enable (10.11+)

Esses comandos removerão, especificamente, a versão afetada da atualização de software do Google e restaurarão a parte danificada do sistema de arquivos do macOS. Após realizar qualquer um dos métodos acima, o usuário deverá reiniciar a máquina.

Plot twist: o problema não envolve, afinal, os softwares da Avid. Ainda assim, os profissionais de vídeo foram especialmente afetados pois a PIS precisa estar desativada para permitir o suporte às placas de vídeos de terceiros, ao passo que a maioria dos usuários não deve ser prejudicada pela falha pois a PIS vem ativada por padrão.

via Mr. Macintosh

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários