iPhones estão sendo usados para verificações biométricas em aeroportos australianos

Aeroportos do mundo todo possuem áreas onde passageiros são obrigados a passar para se identificarem, provarem autorização para viajar e terem suas bagagens verificadas.

A Australian Border Force, agência federal australiana que fiscaliza as fronteiras do país, está dando um passo além e agora permite que oficiais verifiquem a identidade e outras informações de estrangeiros em qualquer área do aeroporto. Não, você não está no site errado. Estamos publicando a notícia aqui pois o que está permitindo essa verificação itinerante são nada menos que iPhones.

Para realizar tal tarefa, um escâner de impressão digital portátil é “plugado” no device, aparentemente por meio da porta Lightning, pemite comparar impressões digitais de viajantes estrangeiros que tenham sido sinalizados por outros aeroportos internacionais. A verificação dos dados demora menos de 60 segundos, contra várias horas do procedimento anterior, que também exigia consultas em vários sistemas separados e até mesmo ligações telefônicas!

iPhones usados como scanners biométricos em aeroportos

Os dispositivos retornam informações de passaportes, de vistos e se o indivíduo está em uma lista de alerta do departamento que compreende 700 mil pessoas. Parece um episódio de “Black Mirror” com tecnologia usada para o bem (esperamos).

Essa solução portátil substitui scanners biométricos que, segundo os oficiais, eram difíceis de carregar enquanto se movimentavam pelo aeroporto. Depois de testes durante 2017 no Aeroporto Internacional de Brisbane, a solução está agora presente em todos os dez aeroportos internacionais da Austrália.

Um fato interessante é que a tecnologia mal aterrissou e outro grande projeto biométrico poderá chegar em breve: portões inteligentes com biometria facial nos saguões de desembarque.

E você, acha que isso se tornará algo comum em outros países?

via iTNews

Posts relacionados

Comentários