Apple recomenda que DJs aguardem antes de atualizar para o macOS Catalina [atualizado]

iTunes

O macOS Catalina 10.15 já está disponível para todos os usuários, e a recomendação geral é que, se você tiver um Mac compatível, faça a atualização assim que possível — tanto para aproveitar os novos recursos do sistema quanto para ficar por dentro de todas as atualizações de segurança que a Apple implementar ao longo do próximo ano.

Entretanto, ao menos para um grupo de usuários, a Maçã está recomendando aguardar antes da atualização: refiro-me aos DJs e demais usuários que usam as bibliotecas XML do iTunes para organizar suas músicas. Por ora, a orientação geral é que essas pessoas permaneçam no macOS Mojave — ao menos até que os aplicativos que usam sejam atualizados para funcionar no novo sistema.

Explico: a partir do macOS Catalina, a extinção do iTunes trouxe alguns efeitos colaterais — entre eles, o fim do suporte às bibliotecas XML, arquivos usados por certos usuários para transportar informações de playlists entre aplicativos. Muitos DJs, especialmente, são altamente dependentes desse formato, pois usam (ou usavam) o iTunes para organizar sua ampla biblioteca musical e exportam suas listas para outros apps, de mixagem, justamente por meio dos arquivos XML.

No macOS Catalina, o novo app Música usa um outro formato de biblioteca, mais moderno, para compartilhar informações de playlists entre apps; esse formato, entretanto, não é compatível com os arquivos XML, o que pode fazer certos aplicativos de mixagem “quebrarem” com o update para a nova versão do sistema, sem a possibilidade de acessar o catálogo de música do usuário.

Como era de se esperar, a Apple não deixou esses aplicativos a ver navios. Desenvolvedores podem atualizar seus apps para que eles integrem-se normalmente às novas bibliotecas musicais do macOS Catalina, mas naturalmente nem todos os softwares são magicamente atualizados assim que um problema surge. Por isso, os usuários que usam as bibliotecas XML deverão checar se os aplicativos que usam já estão devidamente atualizados para trabalhar em harmonia com o novo sistema.

A rigor, a Apple já vem alertando os desenvolvedores sobre essa questão há anos: desde o iTunes 11, lançado lá nos idos de 2014, a Maçã já oferece um SDK1 para que os apps integrem-se à biblioteca do software musical de forma aprofundada, sem que seja necessário o uso de arquivos XML. Aplicativos que adotaram esse SDK, como o djay Pro, trabalham normalmente com o app Música do macOS Catalina — não é necessário fazer nenhuma mudança no código do software. Outros apps, como o Serato e o VirtualDJ, já estão fazendo testes para adaptar-se à nova tecnologia do novo sistema.

Fiquem atentos, portanto.

via The Verge

Atualização 09/10/2019 às 16:30

Aparentemente, usuários avançados do Photoshop e do Lightroom no Mac também devem tomar certa cautela antes de atualizar para o macOS Catalina. Oficialmente, as versões mais recentes dos softwares são compatíveis com o sistema, mas usuários encontraram alguns bugs aqui e ali em seus funcionamentos.

Como informou o AppleInsider, o Photoshop CC 20.0.6 tem um problema na tela do “Salvar como”: ao alterar o formato de um arquivo a ser salvo, o aplicativo não mudará a extensão no nome do arquivo automaticamente; você terá de fazê-lo de forma manual.

Além disso, alguns usuários têm enfrentado problemas na instalação de plugins, com mensagens de erro impedindo o processo — por outro lado, plugins já instalados antes do update para o Catalina parecem estar intactos. A Adobe lista as soluções para alguns destes problemas nessa página.

O Lightroom Classic 8.4.1, por sua vez, tem um bug menor: a ferramenta de vinculação de câmeras (tether) não detecta modelos da Nikon se eles forem ligados após a seleção da ferramenta de ligação; neste caso, basta certificar-se de que a câmera esteja ligada antes de ativar o recurso.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários