E o Apple Card já foi clonado! Nem com todos os recursos tecnológicos de segurança, o cartão está imune

Sob vários aspectos, o Apple Card não é um cartão de crédito comum: em termos de segurança, por exemplo, ele é coberto por uma grossa manta tecnológica de segurança — como já explicamos nesse artigo, ele sequer tem um número “visível”, contando apenas com a geração de dígitos aleatórios para que você faça compras/assinaturas online.

Nem toda a tecnologia do mundo, entretanto, pode fazer com que ele escape do principal problema que assola os cartões do planeta. E sim, aconteceu: já temos o primeiro caso de Apple Card clonado.

Um leitor do 9to5Mac, identificado apenas como David, compartilhou sua história com o site. Ele afirmou ter recebido em seu iPhone uma notificação de compra realizada com o Apple Card a milhares de quilômetros de distância de onde estava; ao entrar em contato com o suporte da Apple, a empresa afirmou que o cartão físico foi usado na transação — o que teoricamente não seria possível, já que o Apple Card estava na posse de David em todos os momentos.

A equipe de suporte não conseguiu precisar as causas do acontecimento, afirmando somente que a situação era “muito rara”:

Eu não sei como isso pode ter acontecido. É muito raro que seu cartão esteja em dois lugares ao mesmo tempo. Como nossos cartões físicos não têm números, é muito difícil que alguém os copie. Depois de contestar a transação, nós vamos solicitar uma investigação e, a partir daí, eles tentarão descobrir como a compra foi feita.

Mesmo sem ter apontado causas, dá para imaginar o que tenha causado todo o problema. O Apple Card, mesmo com toda a tecnologia ao seu redor, ainda tem um chip identificador e uma tarja magnética — elementos que, com as famigeradas máquinas de clonagem, podem ser copiados e transferidos para um cartão falso. David, muito provavelmente, foi vítima de um golpe no qual seu cartão passou por uma dessas máquinas, gerando todo o imbróglio.

Portanto, ainda que o Apple Card não esteja disponível por aqui (e nem em qualquer outro lugar fora dos Estados Unidos, a propósito), fica desde já o lembrete: ele não é invencível ou imune a ataques.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários