iPhones de 2020 poderão incluir modem 5G da Qualcomm e chip de 5 nanômetros A próxima "grande novidade" vem aí

Enquanto a Apple e a Qualcomm estavam de cara amarrada uma para a outra, as especulações em torno de quem fabricaria o modem 5G dos futuros iPhones estavam em alta [1, 2]. Isso porque a Intel, que tinha a maior probabilidade de produzir esses componentes, desistiu da empreitada após encontrar dificuldades com a tecnologia. Meses se passaram e, com o acordo de paz entre as duas empresas, era apenas uma questão de tempo até a Qualcomm entrar definitivamente em cena.

De acordo com uma nova reportagem da Nikkei, os iPhones de 2020 deverão usar o modem X55 da Qualcomm — alegadamente o componente “mais rápido e poderoso” da fabricante até agora, claro.

O modem X55 oferece velocidades de download que podem chegar a 7GB/s e 3GB/s de upload, embora esses números indiquem a máxima velocidade teórica — elas dependerão da rede da operadora. Esse é o primeiro chip 5G da Qualcomm que suporta todas as principais bandas de frequência, modos de operação e implantações de rede.

Ainda segundo a publicação, esse modem acompanhará o próximo chipset da Apple, provavelmente o “A14 Bionic”, o qual será o primeiro chip da empresa e ser criado usando um processo de 5 nanômetros, após a introdução dos chips de 7nm com o A12 Bionic dos iPhones XS, XS Max e XR.

Essa não é a primeira vez que ouvimos rumores de que a Apple planeja lançar os primeiros iPhones com 5G em 2020, nem que a próxima linha de iPhones será composta por três aparelhos novamente: o analista da TF Internacional Securities, Ming-Chi Kuo, também já havia sugerido isso. Ademais, a Nikkei corrobora alguns rumores passados sobre a implantação do processo de 5nm no chip dos iPhones de 2020, a qual também deverá ser usada para na produção de chips para iPads.

O que há de novo, contudo, é a descrição exata do modem da Qualcomm que a Apple planeja usar nos futuros iPhones; essa parceria, entretanto, não deverá durar muitos anos: como informamos, é esperado que a Maçã integre os seus próprios modems nos iPhones em 2022 ou pouco depois. Sendo assim, apenas as duas próximas gerações do gadget contariam com componentes fabricados pela gigante americana.

Não obstante, as previsões já apontam o 5G como o principal ponto de venda dos próximos iPhones: segundo a Nikkei, a Apple pretende comercializar 80 milhões de iPhones em 2020, uma meta maior do que normalmente a companhia alcança a cada lançamento.

Definitivamente todas as expectativas estão em alta, tanto do lado de cá quanto do de lá.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários