Além da tela e do novo teclado Magic Keyboard do MacBook Pro de 16 polegadas, lançado na semana passada, outro (grande) atrativo é o processamento da máquina. Mas como será que o modelo mais recente do notebook topo-de-linha da Maçã se sai quando comparado com seu predecessor (de 15″)?

Assim que foi lançado, alguns testes benchmarks preliminares sugeriram que a performance do novo MacBook Pro era semelhante à do modelo de 15″, atualizado no começo deste ano (e agora descontinuado). Agora, o canal do YouTube Max Tech colocou as duas máquinas lado a lado, e os resultados aqui foram positivamente diferentes.

De acordo com os testes, o modelo mais recente mostrou melhorias significativas em relação à versão de 15″, apesar do fato de o processador ser idêntico nas duas máquinas — o qual, nesse caso, é o chip Intel Core i7 de 2,6GHz com seis núcleos (com Turbo Boost de até 4,5GHz).

Como sabemos, os chips se aquecem à medida que o notebook é usado e, quando sob tarefas intensas, podem atingir temperaturas bem altas. Quando isso acontece, os processadores reduzem sua performance para evitar o superaquecimento — o que é chamado de thermal throttling, ou controle térmico.

Para combater isso, o MacBook Pro de 16″ é um pouquinho mais grosso e ostenta novas ventoinhas que prometem um aumento de 28% no fluxo de ar e até 35% na dissipação de calor (em relação ao modelo de 15″). Na prática, isso contribui para que o modelo de 16″ mantenha uma performance superior do que a versão de 15″ mesmo sob altas temperaturas.

Especificamente, o modelo recém-lançado consegue manter a velocidade do clock em 3,35GHz sob uma temperatura de quase 100ºC, ao passo que o pico do modelo de 15″ era de apenas 3,06GHz nas mesmas condições (cerca de 10% mais lento).

Numericamente, os benchmarks mais recentes mostraram que o MacBook Pro de 16″ é aproximadamente 10% mais rápido que o modelo anterior, sendo que os testes multi-core apontam para uma pontuação de 5.667, enquanto o modelo de 15″ ficou com 5.164 pontos. Esses testes, contudo, ocorrem em questão de poucos minutos; com o sistema térmico aprimorado, a ideia é que o novo MBP sustente uma performance elevada por muito mais tempo.

A diferença é ainda maior quando se trata de gráficos: a placa AMD Radeon Pro 5300M do modelo de 16″ recebeu uma pontuação Metal do Geekbench 5 de 21.328, uma melhoria gritante dos 12.954 pontos da GPU que equipava a versão de 15″.

É, mais um “joinha” para o novo MacBook Pro! 😃

via iClarified

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários