Protótipo raro de Macintosh vai a leilão por preço estimado em R$650 mil Só existem dois desse no mundo inteiro

Protótipo de Macintosh com drive de disquete "Twiggy"

Nota algo de “errado” no Macintosh acima? Pois olhe de novo: essa belezinha está sendo leiloada agora mesmo no site da agência britânica Bonhams, e tem valor estimado entre £94.000 e £140.000 (ou R$650 mil, na média).

Publicidade

Por que o valor tão elevado, você está se perguntando? Bom, dê uma olhada no drive de disquete na máquina: temos aqui espaço para um disquete de 5¼ polegadas, conhecido como “Twiggy”. Como bem se sabe, a versão final do Macintosh alterou esse drive para acomodar um disquete “comum” de 3½ polegadas — aquele que virou o padrão da indústria até ser substituído pelos CDs e pendrives.

O protótipo que está sendo leiloado é apenas um de dois existentes atualmente no mundo; todos os outros modelos foram destruídos ou perdidos no tempo — de fato, Steve Jobs em pessoa mandou destruir a maioria deles, já que saiu do lendário cofundador da Apple a decisão de trocar o drive de 5¼” pelo de 3½”.

Quem conhece detalhes sobre a história da Maçã certamente lembrará que o drive para disquetes “Twiggy” foi o que equipou o Apple Lisa durante a (curta) vida da máquina. O formato, entretanto, nunca caiu no gosto popular por problemas de confiabilidade e durabilidade (o que motivou a decisão de Jobs de abandonar o formato no projeto do Macintosh).

Publicidade

O raríssimo Macintosh é de propriedade do CEO da Encore Systems desde a sua construção, no início dos anos 1980, e foi utilizado na empresa para o desenvolvimento do MacWrite (o revolucionário processador de texto que, junto ao MacPaint, tornou o Mac um relativo sucesso). Ou seja, além da curiosidade do drive diferente, temos aqui uma máquina incrustada de história por si própria.

Vale notar que o pacote inclui ainda o teclado e mouse originais do Macintosh, além de alguns disquetes de programas. O computador está em perfeito estado, porém ligeiramente amarelado — o que pode ou não ser um motivo de barganha, caso você tenha interesse.

Leilão de disquete

Acharam que essa era a única notícia do dia relacionada à Apple, leilões e mídias físicas antigas? Pois acharam errado: a RR Auction já está aceitando lances para um disquete autografado por Steve Jobs em pessoa — com valor estimado em cerca de US$7.500 (aproximadamente R$32 mil).

Publicidade
Disquete do Macintosh System Tools autografado por Steve Jobs

A mídia em questão traz uma cópia da versão 6.0 do Macintosh System Tools, pacote de utilitários e softwares para o Mac OS Classic. Vejam a descrição do item — e deleitem-se com o fato de que nunca, na história, outro disquete merecerá a honra de ter tão palavras tão rebuscadas direcionadas a ele:

Disquete do Macintosh System Tools versão 6.0, assinado em marcador permanente preto, “steve jobs”. Em boa condição, com pequenos riscos na tinta. Um formato altamente desejado para a assinatura pouco vista de Jobs — conhecido como um “autografador relutante”, ele muitas vezes recusava os pedidos de colecionadores. Como uma parte do icônico software original do Mac, e com a assinatura elegante de Jobs em minúsculas, essa é uma peça da história de computação com qualidade de museu.

Quem vai?

via Cult of Mac, 9to5Mac

Publicidade
Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…