iPad Pro e MacBook Pro com telas Mini-LED serão lançados no fim de 2020, segundo Ming-Chi Kuo [atualizado] Aparentemente, a Apple lançará entre quatro e seis produtos com a tecnologia nos próximos anos

iPad Pro e MacBook Pro

Se você está sentindo um pequeno déjà vu com a manchete acima, não se preocupe: sim, nosso amigo de sempre Ming-Chi Kuohavia falado sobre a chegada (supostamente) iminente da tecnologia Mini-LED a alguns produtos da Apple — especificamente, o iPad Pro e o MacBook Pro. Agora, entretanto, o analista foi bem mais específico em suas previsões.

Em nota enviada recentemente aos seus clientes, Kuo afirmou que a Apple tem planos de lançar entre quatro e seis produtos equipados com painéis Mini-LED ao longo dos próximos dois ou três anos — o que, segundo o analista, acelerará (e muito) o desenvolvimento da tecnologia e fará com que ela finalmente “pegue”.

Para quem está meio perdido na coisa toda, o Mini-LED é uma tecnologia que, ao menos no papel, traz o melhor dos dois mundos em relação às telas LCD tradicionais e às famigeradas telas OLED. Temos, aqui, uma grande quantidade de pequenos emissores de luz (os LEDs em si) espalhados por toda a tela, proporcionando um alto contraste na imagem — como nas telas OLED, mas sem os problemas usuais dela (especialmente o temido burn-in). As telas também têm alto alcance dinâmico, ampla gama de cores e são bem eficientes de um ponto de vista energético.

Encerrada a pequena aula, Kuo prevê que a Apple estreará a tecnologia Mini-LED na sua linha com uma futura atualização do iPad Pro, que seria lançada no terceiro trimestre de 2020 e já seria equipada com um chip “A14X”. Isso pinta algumas dúvidas quanto aos planos futuros da Apple, já que o iPad Pro tem mais de um ano sem ser atualizado — portanto, ou a Maçã apresentaria duas gerações do tablet em 2020 (uma no início e uma no fim do ano), o que seria pouco usual, ou deixaria a atual versão dele viva por dois anos inteiros (o que também não é muito do feitio da empresa).

O segundo produto a receber a tela Mini-LED, segundo Kuo, seria a próxima versão do MacBook Pro de 16 polegadas, no quarto trimestre do ano que vem. Aí, sim, a previsão faz sentido, já que o computador estaria completando mais ou menos um ano de existência.

A partir daí, o futuro é um mistério: nem Kuo, nem ninguém arrisca palpitar quais seriam os próximos produtos da Maçã a receber a tecnologia. Os suspeitos, claro, são evidentes: Apple Watches, iPhones, iPads (não-Pro) e os demais MacBooks — ou seja, basicamente todos os produtos da empresa equipados com uma tela. Como a Apple fará essa transição, entretanto, só o tempo dirá.

via 9to5Mac

Atualização, por Eduardo Marques 03/12/2019 às 19:07

Ontem, Ming-Chi Kuo; hoje, DigiTimesEconomic Daily News. Os dois veículos corroboraram a informação do analista, informando que a Apple apostará pesado na tecnologia Mini-LED em 2020 (começando com o iPad Pro e o MacBook Pro), e que a fabricante GIS desempenhará um papel fundamental como fornecedora do componente.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários