iPhone sem conector Lightning poderá chegar em 2021 E poderemos ter cinco iPhones apresentados em 2020!

Querem mais rumores sobre os famigerados iPhones de 2020 e além? Pois nada temam: nosso amigo de sempre, Ming-Chi Kuo, chegou com suas mais novas previsões — como sempre, baseadas em fontes sólidas do analista na cadeia produtiva da Maçã.

Vamos dar uma olhada nelas?

Em 2020

Segundo Kuo, a Apple lançará cinco iPhones em 2020! No primeiro semestre, teremos a introdução do “iPhone SE 2”; de acordo com o analista (e vários outros veículos), o aparelho terá tela LCD1 de 4,7 polegadas, câmera única na traseira e um formato muito semelhante ao do iPhone 8, com componentes internos atualizados — incluindo um chip A13 e 3GB de RAM. Não haverá 5G, entretanto.

No segundo semestre, aí sim como sempre teremos a atualização das linhas principais. Corroborando especulações recentes, Kuo afirmou que a Maçã lançará quatro aparelhos, todos com telas OLED2 — um de 5,4 polegadas, dois de 6,1 polegadas e um de 6,7 polegadas. Aparentemente, dois deles serão da linha mais barata (semelhantes ao iPhone 11 hoje, mas em dois tamanhos), com duas câmeras traseiras, e dois da linha mais cara (sucessores dos iPhones 11 Pro e 11 Pro Max), com três lentes na parte de trás.

Todos eles contarão com 5G, mas os rádios específicos (com ou sem mmWave) dependerão do país. Os dois modelos mais caros terão, ainda, o já especulado sistema de captura 3D ToF (Time-of-Flight), que conseguirá fazer mapeamentos internos facilmente e ampliará as experiências em realidade aumentada do ARKit.

Kuo reafirmou, ainda, que os quatro aparelhos terão um design reminiscente do iPhone 4 — ou seja, teremos uma volta das bordas mais retas, em detrimento dos designs mais arredondados dos anos recentes. Vamos ver qual será o resultado disso tudo.

Já em 2021…

Previsões envolvendo iPhones para 2020 e 2021

A primeira das previsões de Kuo para 2021 é a introdução do “iPhone SE 2 Plus”, que, segundo o analista, terá um design com tela sem bordas e sem botão de Início. Curiosamente, não teremos Face ID, entretanto — em vez disso, o Touch ID será embutido no botão lateral, segundo ele. Kuo não especificou se o aparelho terá tela LCD ou OLED, mas afirmou que o painel terá 5,5 ou 6,1 polegadas.

Por fim, temos a previsão mais pra-frentex de todas: segundo Kuo, a Apple removerá a porta Lightning dos iPhones mais caros de 2021, a serem apresentados no segundo semestre. Isso oferecerá aos consumidores uma “experiência completamente sem fios” — ou seja, pelo visto, a única forma de recarregar esses aparelhos será por bases Qi.

Não há mais informações em relação a esse rumor, mas ele certamente suscita uma série de dúvidas: a Apple incluirá um carregador sem fio na caixa de cada iPhone? Como ficará o CarPlay em tantos carros ou sistemas de entretenimento? E todo o gigantesco ecossistema de acessórios? Será que teremos um sistema de carregamento wireless rápido o suficiente em 2021 para substituir as soluções a cabo?

São todas perguntas muito pertinentes, e que a Apple terá de estudar a fundo ao longo dos próximos anos. O que vocês acham?

via MacRumors | imagem: The Sun

Posts relacionados

Comentários