AirPods têm tudo para superar pico da receita histórica dos iPods Um provável marco para os AirPods e, é claro, a Apple

Não é de hoje que estamos falando sobre o sucesso estelar dos AirPods, mas uma nova pesquisa publicada pelo analista Horace Dediu a respeito das vendas dos fones de ouvido sem fio da Maçã o coloca a par do Apple Watch — e acima do iPod!

Com base na popularidade dos AirPods Pro (os quais estão com um tempo de entrega estimado em quatro semanas na Apple Store Online), Dediu estima que os fones de ouvido terão um trimestre de vendas incrível, concordando com previsões divulgadas pelo Nikkei e pela Bloomberg.

Como a Apple não divulga o número de gadgets vendidos, e os AirPods estão dentro da categoria “Vestíveis, Casa e Acessórios“, ele ressalta que não é possível cravar essas informações. Isso, porém, não o impediu de inferir, no começo deste ano, que a receita do Apple Watch no último trimestre de 2018 havia ultrapassado a do iPod em 2007, quando foi registrado o pico de vendas do MP3 player da Apple.

Ainda assim, falar com exatidão sobre as vendas dos AirPods é como dar um tiro no escuro. Segundo Dediu, não há nenhuma informação sobre a expressividade dos fones de ouvido da Maçã no mercado, e a única opção é “adivinhar” quantos Apple Watches foram vendidos (pois eles também fazem parte da mesma categoria dos AirPods) e subtraí-los da previsão da receita dos “Vestíveis”.

Além disso, também é necessário supor quantos dispositivos domésticos foram vendidos no período, pois a categoria engloba a parte “Casa e Acessórios”; ou seja, deve-se contabilizar as vendas de todos os produtos desses nichos individuais para entender um pouco das vendas dos AirPods.

Receita de "Vestíveis, Casa e Acessórios" ao longo do anos

Feita essa matemática maluca, Dediu disse que espera um aumento de 51% na receita dessa categoria geral, a qual poderá alcançar astronômicos US$10,9 bilhões. Desse montante, cerca de US$5,2 bilhões viriam exclusivamente das vendas de Apple Watches, enquanto US$5,7 bilhões seriam arrecadados com Apple TVs, HomePods, fones de ouvido Beats, iPods e, é claro, AirPods.

Por fim, Dediu assumiu que a receita com a venda dos dispositivos supracitados (exceto os AirPods) deverá alcançar US$1,7 bilhão; assim, os US$4 bilhões “restantes” competiriam à performance das vendas dos fones de ouvido sem fio — logo, ultrapassando a máxima histórica dos iPods vista em 2007.

Tudo isso para dizer que: os AirPods já eram um sucesso; agora, com a chegada dos AirPods Pro, a companhia levou sua linha de fones de ouvido a um novo patamar, tanto funcional quanto mercadologicamente. Não obstante, veremos se as previsões de Dediu se concretizarão ao fim deste trimestre fiscal, o qual tem tudo para ser um dos melhores da história da Maçã.


AirPods com estojo de recarga sem fio

Botão - Comprar agora

AirPods

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 1.214,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 112,42
Característica: fones sem fio
Lançamento: março de 2019

via 9to5Mac | imagem: AndroidPIT

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários