Como sabemos, os AirPods Pro oferecem uma série de recursos avançados (e novos) em relação aos modelos anteriores dos fones de ouvido sem fio da Apple, como por exemplo cancelamento de ruído; mas por essa, poucos esperavam: o músico/desenvolvedor Stephen Coyle conseguiu provar que a latência dos AirPods Pro é menor (portanto, melhor) que a dos modelos “comuns”.

Vale notar que a latência não é um problema durante a reprodução de vídeos, pois o software ajusta ambas as trilhas de áudio e vídeo a fim de garantir que elas estejam sincronizadas corretamente. Nesse sentido, a latência é um problema para sons “esporádicos”, a exemplo de efeitos sonoros em jogos, alertas de notificações, sons do sistema, etc.

Para comparar a latência do Bluetooth nos fones de ouvido da Apple (incluindo os AirPods de primeira e segunda gerações, os AirPods Pro e o Beats Studio3 Wireless), além de dispositivos de outras fabricantes (como o Sony WH-CH700N), Coyle usou o teclado padrão do iOS e um jogo que ele mesmo desenvolveu chamado Tapt 2 — o qual foi desenvolvido com uma necessidade específica de baixa latência de áudio.

Sendo assim, a diferença entre os sons do teclado do iOS e o jogo é que este mantém uma sessão de áudio aberta, diferentemente do som do sistema. Para medir o tempo de ocorrência dos sons (e o tempo de cada um), ele usou um metrônomo definido a 90bpm.

Tabela de latência de fones de ouvido sem fio

Os resultados, como previsto, favoreceram os AirPods Pro: enquanto o modelo de primeira geração, que usa o chip W1 da Apple, teve uma latência de 274 milissegundos, os fones de segunda geração, equipados com o novo chip H1 da Apple, registraram latência de 178ms. Já os recém-lançados AirPods Pro, que usam o mesmo chip H1, obtiveram resultados ainda melhores, de 144ms.

Em comparação a outros modelos de fones de ouvido sem fio — o Beats Studio3 e o Sony WH-CH700N —, os fones da Apple (com exceção dos AirPods de primeira geração) registraram uma latência menor, mostrando o quanto a Maçã vem melhorando essa tecnologia.

Novas previsões de vendas dos AirPods

Não é de hoje que comentamos as vendas extraordinárias dos AirPods em 2019. Agora, para reforçar a popularidades dos fones de ouvido no mercado, o analista Toni Sacconaghi, de Bernstein, divulgou alguns números surpreendentes — como informou a CNBC.

De acordo com Sacconaghi, a Apple embolsou US$6 bilhões somente com as vendas de AirPods neste ano — e os números são ainda mais promissores para 2020. Segundo o analista, a Maçã poderá vender até 85 milhões de AirPods no ano que vem — totalizando cerca de US$15 bilhões em receita!

Se os ventos continuarem soprando a favor dos AirPods, Saccanaghi destaca que os fones de ouvido se tornarão o terceiro maior produto da Apple até 2021 — mas é importante ser cauteloso quanto a isso, especialmente se a saturação do mercado se tornar um problema.


Botão - Comprar agora

AirPods Pro

de Apple

Preço à vista: R$ 2.024,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 187,42
Característica: fones sem fio com cancelamento de ruído
Lançamento: outubro de 2019

via Apple World Today, 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários