Por acaso você já parou para pensar como serão os smartphones nos próximos dez anos? Uma nova década está logo aí, e sem dúvida nós veremos dezenas (senão centenas) de novidades no mundo da tecnologia — e já existem algumas empresas fazendo as suas apostas, entre elas a Caviar, uma fabricante russa de acessórios de luxo.

Em abril deste ano, a Caviar divulgou o conceito do “iPhone Z”, o qual levou as telas dobráveis à sua máxima potência. Agora, mais do que displays cada vez maiores e (ainda) mais câmeras traseiras, a empresa imaginou novas tecnologias que podem (ou não) se concretizar no futuro com o “OverPhone” — o “smartphone da próxima década”, como é possível ver no vídeo acima.

Para além dos displays dobráveis, a Caviar sugere que a próxima tendência será a tela destacável, a qual permitiria aos usuários utilizar os displays separadamente (e realizar tarefas diferentes em cada uma delas). Além disso, seria possível conectar diversas telas para criar um display “infinito” (só não teria como segurar isso convenientemente, acredito eu).

Ao longo da década, o imaginário “OverPhone” incluiria outras tecnologias — com foco, ainda, nos displays flexíveis — como a possibilidade de usar o seu smartphone no punho (não, não seria um smartwatch). Considerando o design e a tecnologia do futuro, a Caviar também pensou em um aparelho com acabamento de microLED que poderia mudar de cor de acordo com as estações ou com a sua necessidade.

Daqui a alguns anos, ainda, a Caviar imagina que os smartphones incluirão uma nova tecnologia de feedback tátil — a qual realmente interagiria com o usuário. Já ao fim da próxima década, não existia mais a necessidade de recarregar seu smartphone com energia elétrica, e sim solar — uma ótima alternativa para reduzir o consumo de energia.

Nenhuma dessas tecnologias são implementadas, de fato, nos smartphones atuais, porém todas elas são possíveis, se pararmos para pensar nisso. De qualquer forma, o que não existe hoje em dia certamente será pensado ou pesquisado nos próximos anos… mas a questão é: qual delas realmente seria útil?

O iPhone mais caro do mundo!

Enquanto imagina as tecnologias do futuro, a Caviar segue criando seus acessórios luxuosíssimos para o presente — entre eles os produtos da linha Solarius. A peça exclusiva incrementa o iPhone 11 Pro [Max] com um (belíssimo?) acabamento em ouro e diamantes, com você pode conferir nas imagens abaixo.

É claro que um acessório desse chama a atenção, e por isso o YouTuber MKBHD pôs as mãos em uma unidade do iPhone Solarius Znith (com acabamento todo em dourado), para nos incentivar a jogar na Mega da Virada.

Feito de ouro de 24 quilates e 137 diamantes, o iPhone da linha Solarius possui um relógio funcional e vem com um par de AirPods Pro personalizados que é entregue pessoalmente por um consultor da Caviar. É claro que tamanho luxo custa caro: pelo menos R$408 mil (pelo iPhone 11 Pro de 64GB), podendo chegar até R$489 mil (pelo modelo 11 Pro Max de 512GB).

Como destacado por Marques Brownlee, um iPhone desse é tão caro que isso não faz nenhum sentido financeiro… mas quem pode, pode. 😛

via Cult of Mac, 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários