Chip “A14″ poderá ter performance igual à do MacBook Pro de 15”

A14

iPhones são equipados com os processadores da série A, criados pela própria Apple e fabricados pela TSMC. Os novos modelos (11, 11 Pro e 11 Pro Max) contam com o chip A13 Bionic, que é naturalmente o mais veloz da categoria. Mas a próxima geração do processador da companhia poderá ser (ainda) mais potente.

Publicidade

Se os atuais chips já são rápidos, a pergunta que fica é: quão mais potente o futuro processador será? É isso que Jason Cross, da Macworld, analisou e tentou responder — e os sinais são realmente surpreendentes! De acordo com Cross, a mudança da fabricação de 7 nanômetros para um processo de 5nm no suposto “A14” dará um impulso “natural” à velocidade do chip; porém, um clock mais rápido fará com que esse processador vá além disso, podendo ser comparado ao chip do MacBook Pro de 15 polegadas!

Cross parte do pressuposto de que o A13 Bionic é cerca de 20% mais rápido que a geração anterior, a qual equipa os iPhones XS, XS Max e XR. Portanto, se a Apple seguir esse padrão, teremos um “iPhone 12” comprovadamente mais potente — o que se faz necessário, uma vez que o provável suporte ao 5G exigirá do iPhone ainda mais poder de computação para trabalhar com as alta velocidades.

Se seguirmos a tendência de evolução dos últimos chips (que possui um certo padrão), podemos esperar que o “A14” atinja uma pontuação de 1.600 no teste de núcleo único — isso sem contar o suposto aumento de velocidade proveniente do processo de fabricação de 5nm, o qual já proporcionaria esse aumento. Sendo assim, Cross supõe que a próxima geração do chip da Maçã poderá chegar a 1.800 pontos.

Publicidade

Não obstante, é no desempenho multi-core que o “A14” provavelmente se equipará aos MacBooks Pro. Observando tal tendência nesse aspecto, o futuro chip poderá alcançar 4.500 pontos, mas a mudança na arquitetura e na velocidade do clock do chip daria ainda mais poder aos dispositivos — Cross disse que “não ficaria surpreso se a pontuação multi-core do ‘iPhone 12’ atingisse cerca de 5.000 pontos“.

Para se ter uma ideia, os dispositivos Android mais rápidos alcançam cerca de 3.000 pontos nesse teste; logo, uma pontuação de 5.000 seria semelhante à conquistada por CPUs1 para desktops de seis núcleos, ou de laptops de ponta — como o MacBook Pro de 15 polegadas.

Se o “A14” for realmente tão poderoso assim, certamente muitos usuários renovarão seus pedidos para que a Maçã se separe de vez da Intel e leve os seus próprios chips para o Mac, uma vez que os processadores da Apple são rápidos e energicamente muito mais eficientes — tudo o que a Intel parece ter dificuldades de entregar.

Publicidade

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…