Apple está avaliando investir no Brasil, segundo Paulo Guedes O ministro conversou com Tim Cook no Fórum Econômico Mundial, em Davos

A presença da Apple no Brasil tem crescido nos últimos anos — basta ver avanços como a chegada mais rápida de produtos e o lançamento instantâneo de serviços, como o Apple TV+ e o Apple Arcade, por aqui.

Publicidade

Ainda assim, sob vários aspectos, a coisa toda ainda é um tanto tímida: temos apenas duas lojas oficiais (Rio de Janeiro e São Paulo), a fabricação de iPhones em território nacional está bem devagar e não temos nenhum centro de pesquisa e desenvolvimento da Maçã na nossa querida república. Pois isso pode estar para mudar.

Uma reportagem recente da Folha mostrou os bastidores da comissão brasileira no Fórum Econômico Mundial, que está acontecendo em Davos (Suíça). E o consenso geral entre os investidores, bilionários e membros da equipe econômica do governo é de que o “Brasil voltou a estar na moda” — palavras essas de André Esteves, presidente do banco BTG Pactual.

A matéria cita vários exemplos de empresas com pretensões de injetar dinheiro no Brasil e investidores animados com alguns prospectos do país, como a conclusão da reforma da Previdência e a introdução de possíveis reformas tributárias/administrativas. Um ponto, entre todos, chama a atenção: uma afirmação do Ministro da Economia, Paulo Guedes, de que Tim Cook e a Apple estão avaliando investir em pesquisa e desenvolvimento (P&D) no Brasil.

Publicidade

Tim Cook falou que, em 40 dias, vai fazer contato para marcar um encontro com a gente no Brasil. Está avaliando investir em P&D no Brasil.

Naturalmente, as perspectivas ainda são incertas — nem sequer a reunião para discutir o assunto foi marcada ainda. De qualquer forma, a fala de Guedes já dá um certo ânimo para o prospecto de uma presença expandida da Apple no Brasil.

Claro que, para isso, o governo brasileiro terá que ter cuidado com algumas questões: segundo a reportagem da Folha, os investidores têm visto com preocupação o problema das queimadas na Amazônia — questão que o próprio Guedes afirmou ser prioridade para a gestão bolsonarista. A Apple, com sua dedicação ecológica cada vez mais evidente, deverá ser uma das empresas a prestar mais atenção nessa problemática antes de injetar dinheiro no Brasil.

Vamos, portanto, aguardar os próximos passos dessa história.

Publicidade

dica do Adriano Caetano

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…