Apple acaba com acervo gigantesco sobre a sua história criado por designer

Há alguns dias, noticiamos que o designer Sam Henri Gold lançou um acervo gigantesco sobre a história da Apple. O The Apple Archive disponibiliza de forma bem simples, intuitiva e à la Apple, milhares de registros da história da companhia, todos devidamente separados por anos e décadas (desde 1970 até hoje) — fazendo dele, talvez, o maior acervo desse tipo no mundo. Legal, né? Para nós, sim; mas parece que a Apple não gostou da ideia.

Publicidade

Pouco mais de uma semana após estrear o projeto, Sam recebeu centenas milhares de notificações do Vimeo (serviço no qual ele hospedou os diversos vídeos que fazem parte do acervo) a respeito de violações de direitos autorais da Apple.

Legal.

Os emails informavam que os vídeos estavam sendo removidos por conta das violações. O Vimeo permite que um usuário receba até três avisos desses (infrações de direitos autorais) em uma conta antes de ela ser desativada. Depois de milhares de notificações você consegue imaginar o que aconteceu, certo? Isso mesmo: adeus, The Apple Archive (pelo menos o conteúdo em vídeo). Quem quiser ainda pode passear pelos outros muitos conteúdos do acervo que incluem, por exemplo, peças de marketing até então desconhecidas.

Uma pena ver um acervo que deu tanto trabalho morrer pouco mais de uma semana após ganhar vida. É claro que a Apple é dona de todo esse material e isso ninguém contesta, mas ela não ganha absolutamente nada forçando a retirada desse tipo de conteúdo inofensivo do ar — a não ser a antipatia do público, é claro.

Publicidade

Uma pena. Foi bom enquanto durou.

via iMore

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…