Relatório aponta Amazon como a marca mais valiosa do mundo, seguida por Google e Apple

A Brand Finance publicou recentemente [PDF] o Global 500 2020, seu tradicional ranking de marcas mais valiosas. E, pelo terceiro ano seguido, a Amazon conseguiu o primeiro lugar, seguida por Google e Apple.

Mas o relatório de 2020 trouxe uma novidade: esta foi a primeira vez que uma marca atingiu o patamar dos US$200 bilhões: mais precisamente, a marca Amazon vale agora US$220,7 bilhões de acordo com o estudo, uma valorização de 17,5% em relação a 2019. Esse crescimento é atribuído à expansão da empresa em computação na nuvem, serviços de streaming, eletrônicos de consumo e logística.

A marca Google foi precificada em US$159,7 bilhões (+11,9%), enquanto a Apple em US$140,5 bilhões (-8,5%). Confira abaixo o Top 10 das marcas mais valiosas, segundo o relatório:

Brand Finance Global 500 2020

O ranking, como o próprio nome indica, é formado por 500 marcas. Se colocarmos todas no bolo, o segmento de tecnologia é o grande destaque, correspondendo por 14% das marcas — seguido de perto pelas do setor bancário (13,1%) e do de varejistas (11,3%).

Brand Finance Global 500 2020

Geograficamente falando, os Estados Unidos dominam o ranking com 205 marcas (45,4%); atrás temos a China com 70 marcas (18,9%) e o Japão com 36 (6,8%).

Brand Finance Global 500 2020

De marcas brasileiras, temos apenas os bancos mais tradicionais do país: Itaú (na 298ª posição), Bradesco (308ª), Caixa (428ª) e Banco do Brasil (461ª).

Dentre os muitos estudos presentes no relatório, temos um ranking dedicado a CEOs1.

Grandes marcas precisam de grandes líderes. Eles definem e direcionam o objetivo da marca e equilibram os retornos financeiros de curto e longo prazo. Seu papel é avaliar o humor das partes interessadas externas e garantir que todas as partes interessadas internas se comportem de maneira consistente com a otimização de objetivos e lucros. Eles podem ser especialistas técnicos, mas no momento em que se tornam CEOs, precisam se elevar acima da especialidade técnica para liderar e inspirar toda a equipe

Nela, o chefão da Apple, Tim Cook, ocupou a quinta posição, atrás de Marillyn Hewson (Lockheed Martin), Bernard Arnault (Louis Vuitton), Michael Dell (Dell) e Ma Huteng (Tencent).

Brand Finance Global 500 2020

O relatório da Brand Finance — a versão preview, que já traz bastante informação — pode ser visto aqui [PDF].

via GSMArena.com

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários