Nesta semana, o iPad completou 10 anos de vida. Exatamente no dia 27 de janeiro de 2010, Steve Jobs apresentava o novo gadget da Maçã, alterando o rumo da indústria de dispositivos móveis.

Tudo começou com apenas um modelo; agora, uma década depois, o iPad possui pelo menos quatro versões diferentes: o iPad mini (7,9″), o iPad de 7ª geração (10,2″); o iPad Air (de 10,5″) e os iPads Pro (11″ e 12,9″).

Para celebrar o decênio da invenção, a revista Input publicou uma entrevista com Imran Chaudhri e Bethany Bongiorno, dois dos principais designers e ex-funcionários da Apple por trás do desenvolvimento do iPad.

Durante a entrevista, Chaudhri e Bongiorno compartilham algumas histórias de antes mesmo da concepção do iPad (curiosidade que já comentamos aqui, mas que vale lembrar: o tablet foi idealizado antes do iPhone) e como a equipe desenvolveu algo que até então era novo no mercado, incluindo as perspectivas que a Maçã tinha para o dispositivo.

Uma das partes mais interessantes aborda os arrependimentos da equipe com relação ao gadget. Quando perguntado se teriam mudado alguma coisa há dez anos, Imran disse:

Acho que o único arrependimento que sinto é que não tivemos tanto sucesso em substituir os livros que as crianças usam hoje na escola. Acho que começamos por lá, mas nunca conseguimos avançar nisso. Eu acho que muito disso é motivado por decisões de negócios e a gravidade do dispositivo e do ecossistema de aplicativos ser tão grande. Mas acho que nossa visão de fazer com que as crianças não estivessem carregando mochilas enormes e cheias de livros é algo que eu gostaria que tivéssemos feito, mas não fomos capazes no nosso tempo. Então, talvez agora eles [a Apple] pensem em como avançar nisso.

Outro destaque vai para uma das decisões mais controversas do desenvolvimento do iPad: a câmera. Inicialmente, a Apple também havia questionado o quão ergonômico isso seria, já que o tablet era muito maior e mais pesado que as câmeras semi-profissionais da época, as quais também eram mais avançadas.

No entanto, após a implantação das câmeras frontal e traseira na geração seguinte, o iPad 2, a Apple ficou “surpresa” com o número de usuários que realmente a usavam.

Conversamos sobre como seria para posicionar corretamente o iPad e pensamos “Como eles vão tirar as fotos?” Na verdade, não acreditávamos que as pessoas andassem por aí tirando fotos com seus iPads‌. Foi uma conversa interna engraçada quando começamos a ver pessoas de fora levando o iPad‌ com elas e tirando fotos nas férias. Eu não acho que realmente pensamos que as pessoas usariam dessa maneira — e elas acabaram usando.

Certamente vale a pena marcar a matéria quando você tiver um tempo livre — o restante das perguntas incluem tópicos como o Apple Pencil e as diferenças entre o iPad e tablets que rodam Android. Além disso, os designers respondem o que esperam para os próximos dez anos com relação ao gadget.

via The Loop

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários