NVIDIA GeForce NOW é lançado; por enquanto, Brasil está fora

GeForce NOW

Vocês se lembram do serviço GeForce NOW? Não?! Eu perdoo vocês, pois ele foi apresentado (ainda em fase beta) nos idos de 2018 e apenas agora está sendo lançado de forma oficial pela NVIDIA.

De forma resumida, o GeForce NOW permite que você rode virtualmente um PC com uma placa GeForce GTX, fazendo a ponte com plataformas de jogos (Steam, Epic ou Battle.net) para que você possa se divertir com os games adquiridos nelas.

Nesse começo existem dois planos, um gratuito e um pago (US$5 por mês; com os três primeiros meses gratuitos). Esse valor deverá aumentar em 2021 — segundo a NVIDIA, trata-se de uma oferta especial ao longo de 2020 pelo compromisso de trabalhar com a comunidade que continua ajudando-a a melhorar o GeForce NOW.

O plano gratuito conta com algumas limitações: se muitas pessoas estiverem conectadas, você terá que aguardar um pouco para iniciar um jogo; no mais, você também ficará limitado a sessões de uma hora (em vez de seis, no plano pago) e usará um hardware menos potente para a sua jogatina, segundo informou o TechCrunch.

Tudo roda a partir de um aplicativo que você baixa no seu Mac, PC com Windows, aparelhos Android ou até mesmo na SHIELD TV. A má notícia é que, se você mora no Brasil, por enquanto está de fora da brincadeira pois ainda não existe um data center da NVIDIA por aqui — e, como sabemos, latência é algo muito importante em jogos. Por enquanto, apenas quem reside nos Estados Unidos ou na Europa poderá utilizar o serviço.

GeForce NOW

Como a NVIDIA ainda está otimizando todos os jogos para a sua plataforma, é possível que você tenha comprado algum nesses serviços que ainda não esteja disponível com o GeForce NOW.

No mais, os requisitos mínimos para quem quer usar o GeForce NOW no smartphone ou tablet são: 2GB de RAM1 e Android 5.0 ou superior. Já os requisitos de internet são:15Mbps para 720p (60 quadros por segundo) ou 25Mbps para 1080p (60qps).

O serviço é compatível com teclados e mice, além do controles de consoles (PlayStation 4, Xbox 360 e alguns modelos da Logitech) — informou o Tecnoblog.

Posts relacionados

Comentários